ES: Ônibus de turismo invade Guarapari durante a Semana Santa mesmo com restrições no transporte

ES: Ônibus de turismo invade Guarapari durante a Semana Santa mesmo com restrições no transporte

3 de abril de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

GUARAPARI – Em meio a pandemia e ao alto índice de contaminação da Covid-19, como divulgado pelo Governo do Estado do Espírito Santo, que proibiu a circulação de ônibus urbanos e rodoviários em todo o estado, como forma de evitar aglomerações, uma cena chamou atenção nesta última sexta-feira (2) da Semana Santa, quando um ônibus modelo Comil Invictus DD 8×2 da empresa Jasmim Turismo, foi flagrado desembarcando um grupo grande de passageiros, gerando aglomerações e colocando as pessoas em risco de contágio da Covid-19.

Foto: Reprodução de Internet

O flagrante do desembarque, ocorreu no início da manhã desta Sexta-feira Santa na Avenida Ipanema, esquina com a Rua Vitória na Praia do Morro, em Guarapari, onde o grupo possivelmente teria ficado hospedado em uma casa da região.

A empresa de turismo que aluga seus ônibus, também realiza viagens de turismo. O desembarque em Guarapari na manhã desta sexta-feira (2), foi amplamente divulgado e anunciado pela empresa em sua rede sociais, como podemos ver acima.

Nas redes sociais e também em grupos de mensagens por aplicativo, os moradores de Guarapari denunciaram a empresa de ônibus ao governo municipal e estadual, já que nesta última quinta-feira (1º), a Prefeitura de Guarapari publicou decreto com mais restrições no turismo na cidade, como a proibição da entrada de ônibus de turismo, uso de cadeiras e guarda-sol nas praias, além do funcionamento de feiras livres.

Ainda de acordo com o decreto, além dos ônibus de turismo, também está na lista de proibição os micro-ônibus, vans, entre outros. No entanto, a medida não vale para aqueles que se destinam a meios de hospedagem que possuem estacionamento próprio, desde que sejam seguidas as seguintes recomendações publicadas no decreto municipal:

I – deverão afixar nos respectivos para-brisas a identificação do local de hospedagem de destino para fiscalização nas barreiras sanitárias;

II – deverão encaminhar aos proprietários dos imóveis a que se destinam, com antecedência de 10 (dez) dias, toda a documentação do veículo e respectivos passageiros;

III – não transportar passageiros que integram o grupo de risco;

IV- cumprir com as medidas sanitárias determinadas pela ANTT – Agência Nacional de Transporte Terrestre e as orientações do Guia Sanitário de Veículos terrestres nº 18/2019 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA.

A empresa Jasmim Turismo ainda não se manifestou sobre a entrada de um de seus ônibus em Guarapari, contrariando os decretos municipal e estadual, que não permite acesso de ônibus rodoviários, colocando em risco de contágios das dezenas de passageiros que foram levados ao balneário.

Com informações da Prefeitura de Guarapari e Redes Sociais