Últimas:
Marcopolo anuncia férias coletivas no Rio Grande do Sul e no Espírito Santo

CAXIAS DO SUL – A fabricante de ônibus Marcopolo – POMO4, como é conhecida no mercado financeiro, informou que, devido a falta de determinados componentes eletrônicos que são utilizados em seu processo produtivo, estará concedendo férias coletivas em suas fábricas.

Marcopolo anuncia férias coletivas no Rio Grande do Sul - revistadoonibus
Foto: Divulgação

Na unidade San Marino, serão 20 dias, já nas unidades Ana Rech, em Caxias do Sul e em São Mateus, no Espírito Santo serão 30 dias de férias coletivas, que começam a partir deste próximo dia 23 de agosto.

O mercado financeiro vê a paralisação como uma notícia ruim, como informou o Bradesco BBI, já que a paralisação na produção de ônibus em agosto, poderá impactar nos volumes de ônibus fabricados no terceiro trimestre, criando um cenário negativo pelo fim das entregas do programa do governo federal Caminho da Escola.

Marcopolo anuncia férias coletivas no Rio Grande do Sul - revistadoonibus

A paralisação ocorre após a Marcopolo ter lançado sua nova linha de ônibus, o Marcopolo G8, e empresas como a Viação Aguia Branca que já anunciou que estará adquirindo as novas unidades, poderá ter atrasos na entrega.

A situação de falta de componentes não é exclusiva da Marcopolo. O setor automobilístico brasileiro tem enfrentado dificuldades em conseguir semicondutores para os veículos, levando ao fechamento de fábricas da Volkswagen e da General Motors, por exemplo.

Por causa da escassez de itens eletrônicos, em sistemas de segurança, aceleração, freios e iluminação, entre outros, a indústria global de veículos deve deixar de produzir entre 2,5 milhões e 4 milhões de veículos este ano. Antes, a previsão para o total da produção era de 84 milhões de unidades.

Com informações do InfoMoney e Marcopolo Brasil

%d blogueiros gostam disto: