Maringá: Paralisação dos funcionários da TCCC segue pelo segundo dia consecutivo

Maringá: Paralisação dos funcionários da TCCC segue pelo segundo dia consecutivo

9 de fevereiro de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

MARINGÁ – Os funcionários da empresa Transporte Coletivo Cidade Canção – TCCC, seguem pelo segundo dia consecutivo, a paralisação do transporte, que afeta boa tarde da cidade de Maringá, no Norte do Paraná. A categoria reivindica o pagamento de salários que estão atrasados. Ainda segundo so funcionários, há problema relacionados ao acordo coletivo que foi firmado em 2020, assim como atraso no pagamento de horas extras e de Programa de Participação de Resultados – PPR.

Os moradores de parte da cidade, estão sendo que utilizar outras alternativas e de transportes, já que não há ônibus da empresa circulando no município.

A paralisação dos rodoviários começou nesta última segunda-feira (8), como mostramos aqui.

No início da manhã desta terça-feira (9), os rodoviários da empresa Transporte Coletivo Cidade Canção – TCCC, informaram que retornarão ao trabalho assim que a direção da empresa venha se posicionar sobre o pagamento do PPR, reposição salarial e horas extras.

Empresa de ônibus de manifesta

A empresa de ônibus Transporte Coletivo Cidade Canção – TCCC, que opera linhas em Maringá, assim como nos municípios de Sarandi, Paiçandu, Doutor Camargo, Floresta e Itambé, afirmou que devido a baixa demanda de passageiros, ocorrido desde o mês de março de 2020, por conta do início da pandemia da Covid-19, a empresa atravessa uma crise financeira.

De acordo com a TCCC, enquanto em 2019 a média de passagens pagas por mês era de 1.440.000, nos últimos três meses – novembro e dezembro de 2020 e janeiro de 2021, a média de passagens pagas foi de 650.000.

A concessionária informou que buscará uma alternativa judicial para que 30% dos ônibus, ou seja a frota mínima, volte a circular pelas ruas.

Prefeitura de Maringá se posiciona

A Prefeitura de Maringá informou em nota que já entregou duas notificações à Transportes Coletivos Cidade Canção – TCCC, e que uma dessas notificações, solicitava que 30% da frota de ônibus esteja circulando normalmente, cumprindo a legislação vigente, e a segunda solicita que a TCCC apresente documentos comprovando sua capacidade econômica e financeira de operar e atender com qualidade às necessidades dos usuários do transporte público.

Com informações da Band News Fm, RPC TV, Prefeitura de Maringá e Transportes Coletivos Cidade Canção – TCCC