RJ: Parque Nacional do Itatiaia reabre neste sábado a parte alta para o turismo

RJ: Parque Nacional do Itatiaia reabre neste sábado a parte alta para o turismo

22 de agosto de 2020 Off Por Redação Revista do Ônibus

ITATIAIA – A partir deste sábado (22), os turistas já podem visitar ao menos a parte alta do Parque Nacional do Itatiaia, localizado no Sul Fluminense. A reabertura segue medidas restritivas além de um protocolo de normas, para que se evite o contágio do novo coronavírus. A parte baixa do parque, segue recebendo turistas desde o dia 5 de agosto.

Com a proibição da parte de cima da reserva desde o dia 17 de março, devido a pandemia da Covid-19, a retomada do turismo na região, ainda é baixa, porém, acredita-se que nas próximas semanas número de visitantes possa aumentar.

Nesta retomada, seis atrativos estão abertos para visitação:

  • Circuito Cinco Lagos Azul
  • Pedra do Altar
  • Pedra da Tartaruga/Maça (máximo de 120 pessoas)
  • Base das Agulhas Negras
  • Cachoeira das Flores
  • Mirante da Antena (máximo de 60 pessoas)

O parque vai funcionar de quarta-feira a domingo, de 8h às 17h, com limite de 250 pessoas por dia. Excursões, ônibus e vans estão proibidos e cada grupo de visitantes deve ter, no máximo, seis pessoas.

Os turistas e funcionários precisam usar máscara e devem respeitar o distanciamento de 2 metros entre cada pessoa. A direção do parque vai disponibilizar álcool 70% nas dependências da reserva, para desinfecção das mãos. Também foram instaladas placas com orientações de prevenção e segurança.

Por conta das medidas de segurança, o camping e o abrigo na parte alta permanecerão fechados. Os atrativos na parte do parque que fica em Minas Gerais também estão proibidos, por conta de decreto mais restritivo que não permite a atividade turística.

Os ingressos para visitação passam a ser vendidos somente pela internet, no site do parque.

O Parque Nacional do Itatiaia existe desde 1937 e tem 30

mil hectares de área, localizados na Serra da Mantiqueira, entre os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. O espaço equivale a 30 mil campos de futebol.

Com informações da TV Rio Sul