RJ: Petrópolis anuncia mais ônibus para quatro bairros

RJ: Petrópolis anuncia mais ônibus para quatro bairros

24 de janeiro de 2023 Off Por Redação Revista do Ônibus

PETRÓPOLIS – A Prefeitura de Petrópolis, na região serrana do Rio, informa que deste esta última segunda-feira (23), entrou em operação, mais ônibus para atender quatro bairros.

RJ: Petrópolis anuncia mais ônibus para quatro bairros - revistadoonibus
Foto: Prefeitura de Petrópolis – Divulgação

Os coletivos são usados e foram adquiridos de empresas que atuam na Baixada Fluminense. Entre os destinos do aumento nas viagens estão as comunidades: Meio da Serra, Sargento Boening, Vila Felipe e Caxambu (Santa Isabel).

O aumento na frota de ônibus, segundo o governo municipal, faz parte de um acordo entre a Prefeitura e o Sindicato das Empresas de Transporte de Petrópolis – Setranspetro e está condicionado ao pagamento do vale-educação (lei criada em 2021).



RJ: Petrópolis anuncia mais ônibus para quatro bairros - revistadoonibus

A previsão é que neste primeiro semestre, 40 novos ônibus estejam em circulação. “A frota vem sendo renovada gradativamente, iniciando nessas comunidades onde há registros de muita quebra dos veículos. Um sistema de transporte público seguro e que atenda de forma mais eficiente os passageiros é o nosso compromisso e estamos trabalhando para que isso aconteça”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

No início de janeiro, as comunidades do Rio de Janeiro, Alto Independência e Duques já estavam operando com os ônibus seminovos. Já em dezembro, 13 veículos entraram em circulação nas regiões de Pedro Ivo, Rio de Janeiro, Siméria, Olga Castrioto, Alto Independência, Capitão Paladini, Boa Vista e Atílio Maroti.

RJ: Petrópolis anuncia mais ônibus para quatro bairros - revistadoonibus

Desde que essa gestão assumiu, como forma de melhorar o transporte público, vem promovendo ações como o encerramento dos serviços da viação Cascatinha em oito linhas do Carangola, que passaram a ser operadas pela Cidade das Hortênsias, em julho. A decisão foi baseada nas constantes quebras de veículos, que geraram perdas de viagens e atrasos nos horários.

Com informações da Prefeitura de Petrópolis