Prefeitura do Rio registra mais de 5 mil reclamações sobre ônibus

Prefeitura do Rio registra mais de 5 mil reclamações sobre ônibus

8 de novembro de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – O péssimo estado de conversação dos ônibus e a falta de pontualidade dos ônibus urbanos que operam as mais diversas linhas municipais no Rio de Janeiro, seguem sendo alvo de milhares de reclamações, como aponta a Rádio Band News FM.

Prefeitura do Rio registra mais de 5 mil reclamações sobre ônibus - revistadoonibus

Entre janeiro e novembro deste ano, foram realizadas 5.304 reclamações através da Central 1746 da Prefeitura do Rio e nesse período pouco avanço ocorreu no transporte, já que as reclamações seguem sendo realizadas diariamente e publicadas inclusive nas redes sociais.

Na manhã desta terça-feira (8), um ônibus articulado do BRT Rio, que é administrado pela empresa Mobi Rio, criada na gestão do Prefeito Eduardo Paes, circulava sem banco e com uma das portas abertas, podendo causar um novo acidente.



Prefeitura do Rio registra mais de 5 mil reclamações sobre ônibus - revistadoonibus

A cidade segue registrando queda de passageiros dos ônibus em movimento seja dos articulados do BRT Rio ou até mesmo dos ônibus convencionais, como ocorreu com um ônibus da Auto Viação Três Amigos e outro da Viação Transurb, onde ambos os clientes morreram ao caírem dos coletivos em movimento.

Segundo a emissora, 569 reclamações relataram as péssimas condições dos ônibus, como sujeira, falta de ar-condicionado entre outros e 4.735 reclamações foram referente a pontualidade e demora, assim como escassez ou intervalo irregular dos coletivos.

Prefeitura do Rio registra mais de 5 mil reclamações sobre ônibus - revistadoonibus

A falta de uma equipe de fiscalização da Secretaria Municipal de Transportes – SMTR que possa identificar os problemas e corrigi-los, se faz necessário para que se evite novos acidente e que a mobilidade do transporte não seja afetada, prejudicando o deslocamento dos clientes, também conhecidos como passageiros.

Na última sexta-feira (4), a Prefeitura do Rio, informava que a Secretaria Municipal de Transportes – SMTR iniciava uma operação de vistoria de ônibus em todas as garagens para verificação do estado de conservação geral da frota. A ação começou pelos veículos das empresas Transurb, vinculada à linha Troncal 7, do Consócio Intersul, e Auto Viação Três Amigos, responsável pela linha 783, do Consórcio Transcarioca.

Em caso de irregularidades, os consórcios responsáveis serão autuados e os veículos, dependendo do estado de conservação, podem ser lacrados até que recebam os reparos necessários.

Vídeo: Ônibus do BRT Rio circula sem banco e de porta aberta - revistadoonibus

Ainda devido a falta de fiscalização do governo de Eduardo Paes, muitas empresas de ônibus seguem com ônibus circulando com o ar-condicionado desligado, sendo que desde novembro de 2021, foi publicado um decreto que autorizava que transportes coletivos ligassem o ar condicionado, mas, até hoje, muitos transportes não estão ligando e os passageiros estão sofrendo com o calor.

Na tentativa de resolver o problema, a Prefeitura do Rio disponibilizou desde a semana passada, um canal para reclamações sobre ar-condicionado desligado nos ônibus municipais. As denúncias poderão ser feitas por meio dos canais de atendimento da Central 1746: telefone, WhatsApp, aplicativo ou site.

Vídeo: Ônibus do BRT Rio circula sem banco e de porta aberta - revistadoonibus

O passageiro que embarcar ou souber que um determinado coletivo segue operando com ar desligado, basta informar a data, hora e a linha que esteja circulando.

A Prefeitura do Rio espera que com essas as informações, montar equipes de fiscalizações nas ruas para com isso vistoriar as linhas mais reclamadas e multar os consórcios se for constatada a irregularidade. A população poderá acompanhar o resultado dos chamados consultando o número do registro.

Com informações da Band News Fm Rio e Prefeitura do Rio