PRF afirma que rodovias federais no Rio amanheceram sem bloqueios

PRF afirma que rodovias federais no Rio amanheceram sem bloqueios

2 de novembro de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – A Polícia Rodoviária Federal informa que mesmo havendo pontos de concentração de grupos contrários ao resultado das eleições nas rodovias federais no estado do Rio de Janeiro, as vias amanheceram sem bloqueios na manhã de hoje (2).

PRF afirma que rodovias federais no Rio amanheceram sem bloqueios - revistadoonibus

De acordo com balanço divulgado às 7h, na BR-116, Via Dutra, manifestantes instalavam faixas em passarelas e viadutos do km 168 ao 190. Em Itatiaia e Barra Mansa, havia pontos de concentração ao longo da via, mas sem prejuízo ao fluxo de veículos.

Já na BR-101, o grupo inconformado com o resultado da eleição se juntou dentro do trevo da entrada de Paraty, o que não causa interdição no trânsito, segundo a PRF.

O cenário representa uma mudança em relação ao balanço das 20h de ontem (1), quando ainda havia bloqueios na Via Dutra e na BR-465 – antiga Estrada Rio-São Paulo.



PRF afirma que rodovias federais no Rio amanheceram sem bloqueios - revistadoonibus

PRF diz que 563 pontos de rodovias foram liberados

Um levantamento divulgado pela Polícia Rodoviária Federal logo no início da manhã desta quarta-feira (2) aponta que 563 manifestações em estradas federais espalhadas pelo país já haviam sido desfeitas. Até o momento, 17 estados ainda registram bloqueios em rodovias. Com 37 bloqueios, Santa Catarina, seguida por Mato Grosso, com 30, e Pará, com 17, são os estados com mais interdições.

Os protestos são promovidos por grupos que não aceitam o resultado das eleições e a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva – PT contra o presidente Jair Bolsonaro nas urnas. Na tarde de terça-feira (1º), o presidente Jair Bolsonaro se pronunciou pela primeira vez sobre o resultado das urnas e comentou os protestos que ocorrem nas estradas em todo o Brasil.

PRF afirma que rodovias federais no Rio amanheceram sem bloqueios - revistadoonibus

“As manifestações pacíficas sempre serão bem-vindas, mas os nossos métodos não podem ser os da esquerda, que sempre prejudicaram a população, como invasão de propriedades, destruição de patrimônios e cerceamento do direito de ir e vir”, disse Bolsonaro.

Nesta última segunda-feira (31), o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes determinou o desbloqueio imediato das estradas, com punições aos manifestantes e ao diretor-geral da PRF em caso de descumprimento.

Com informações da Agência Brasil