Protestos de caminhoneiros fecham rodovias de São Paulo nesta manhã

Protestos de caminhoneiros fecham rodovias de São Paulo nesta manhã

1 de novembro de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

OSASCO E SÃO PAULO – A manhã desta terça-feira (1º), registra diversos pontos de bloqueio em diversas rodovias federais e estaduais, durante o protesto de caminhoneiros que não aceitam o resultado das eleições de segundo turno para presidente.

Protestos de caminhoneiros fecham rodovias de São Paulo nesta manhã - revistadoonibus
Foto: Reprodução de TV

No início da manhã de hoje, havia o registro de protesto de caminhoneiros na Rodovia Castello Branco, na altura de Osasco, e no Rodoanel. Diversos caminhões seguem parados na região.

A Rodovia Régis Bittencourt permanece parcialmente interditada no km 280 a pista Norte, como informa o Governo do Estado de São Paulo.



Protestos de caminhoneiros fecham rodovias de São Paulo nesta manhã - revistadoonibus
Carros da PRF ocupam uma faixa da via durante protesto na Hélio Smidt — Foto: Reprodução – TV Globo

Protesto no caminho do Aeroporto de Guarulhos

Na noite desta última segunda-feira (31), um grupo de manifestantes protestaram na Rodovia Hélio Smidt, afetando com isso parte da operação no Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Já na manhã de hoje, o bloqueio na estrada era parcial por volta das 8h. Agentes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar do Estado de São Paulo e agentes da Guarda Municipal de Guarulhos, realizaram a liberação da rodovia. Os manifestantes seguem em um ponto no acostamento protestando.

De acordo com a concessionária GRU Airport, que administra o Aeroporto Internacional de de Guarulhos, 13 voos foram cancelados nesta terça-feira e cinco estão atrasados. Na segunda (31), 12 voos já tinham sido cancelados.

SP: Linhas de ônibus da EMTU segue com atrasos devido ao protesto de caminhoneiros - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

STF vota por liberação das rodovias

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal votou, nos primeiros minutos desta terça-feira (1º), para confirmar a decisão individual do ministro Alexandre de Moraes, que determinou à Polícia Rodoviária Federal e às polícias militares dos estados o desbloqueio das rodovias brasileiras ocupadas de forma irregular por manifestantes que apoiam o presidente Jair Bolsonaro.

Na decisão individual, tomada na noite desta segunda-feira (31), Moraes atendeu a pedidos da Confederação Nacional dos Transportes e do vice-procurador geral eleitoral.

Com informações da Agência Brasil, Band News FM e TV Globo