São Paulo: DD Black ex-Itapemirim é visto com a Trans Brasil

São Paulo: DD Black ex-Itapemirim é visto com a Trans Brasil

7 de outubro de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO – Com a falência decretada do Grupo Itapemirim, divulgado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, os ônibus fretados que estavam em operação das linhas interestaduais da Viação Itapemirim e Kaissara, seguem operando em outras empresas.

Um desses coletivos é o moderno Paradiso New G7 1800 DD, equipado com chassi Volvo B450R 8×2, de 15 metros que foi visto recentemente em São Paulo realizando o trecho Fortaleza x São Bernardo do Campos, na Região Metropolitana.

Além do modelo, outros veículos que atendia o serviço leito e semi-leito e ou leito e leito cama, seguem sendo utilizados por outras empresas e até mesmo a serviço de aplicativo de viagem.



ANTT diz que linhas da Viação Itapemirim e Kaissara não podem ser arrendadas pela Suzantur - revistadoonibus

ANTT diz que linhas da Viação Itapemirim e Kaissara não podem ser arrendadas pela Suzantur

Advocacia Geral da União – AGU, recebeu um protocolo da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT nesta quinta-feira (6), onde através do recurso de embargos de declaração, diz que a Suzantur não pode arrendar as linhas da Viação Itapemirim e Kaissara, já em processo de falência decretada.

De acordo com a ANTT, das linhas interestaduais que antes foram utilizadas pela Viação Itapemirim e Kaissara durante o processo de recuperação judicial em diversas partes do país que foram suspensas pelo órgão federal, as linhas não são ativos das empresas.

ANTT diz que linhas da Viação Itapemirim e Kaissara não podem ser arrendadas pela Suzantur - revistadoonibus

A ANTT diz ainda que a Suzantur não possui o Termo de Autorização de Serviço Regular – TAR, e por esse motivo, não pode operar nos trechos que antes, eram feitos pelos ônibus da duas empresas do Grupo Itapemirim, e ainda que não é possível transferir linhas que estão suspensas.

Acredita-se que todas as linhas que estavam autorizadas para operação com a Viação Itapemirim e Kaissara, antes da suspensão da operação pela ANTT, possam ser extintas por contra da falência decretada pela justiça.

O Tribunal de Justiça ainda estará analisando o pedido da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, como informa o Diário do Transporte.

Com informações da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT e Diário do Transporte