Petrópolis: Motorista da Cidade Real é afastado ao mudar letreiro de ônibus e divulgar na internet

Petrópolis: Motorista da Cidade Real é afastado ao mudar letreiro de ônibus e divulgar na internet

9 de julho de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

PETRÓPOLIS – Imagens de um micro-ônibus da empresa Cidade Real com letreiro mostrando a linha que é operada por outra empresa de ônibus que opera linhas municipais em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, estava causando confusão entre os moradores.

Petrópolis: Motorista da Cidade Real é afastado ao mudar letreiro de ônibus e divulgar na internet - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

O motorista que não teve a sua identidade revelada, e que trabalha na Cidade Real, acabou sendo afastado de suas funções, depois de mudar o número e a linha de um coletivo e ter divulgado as fotos em redes sociais, o que causou muita confusão na cidade, entre os moradores que alguns bairros, ao ver foto da Cidade Real “atendendo” uma rota de outra empresa.

A direção da Cidade Real, conseguiu identificar através as câmaras de segurança no coletivo, e informou que abriu uma sindicância interna para apurar o caso.



Petrópolis: Motorista da Cidade Real é afastado ao mudar letreiro de ônibus e divulgar na internet - revistadoonibus

Diante do exposto, a Cidade Real vem a público repudiar este tipo de conduta e destaca que o transporte coletivo é um assunto extremamente sério para ser tratado desta forma. A empresa ressalta que respeita as leis, regras, resoluções e os contratos. Todas as punições adequadas serão tomadas com relação ao motorista identificado.

O Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis – Setranspetro, também destaca o repudia o ocorrido e reforça que a importância social e essencial do transporte público, deve ser tratada com seriedade, atenção e ética. O setor não pode ser usado como plataforma política, por qualquer pessoa, grupo ou instituição, principalmente, por se tratar de um serviço público de extrema necessidade.

A entidade que representa as empresas de ônibus afirma que o transporte público não pode ser utilizado como plataforma por qualquer tipo de instituição ou grupo político.

Com informações do Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Petrópolis – Setranspetro