São Leopoldo: Rodoviários entram estado de greve

São Leopoldo: Rodoviários entram estado de greve

27 de junho de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO LEOPOLDO – A crise no transporte municipal de São Leopoldo, cidade da Região Metropolitana de Porte Alegre, ainda pode se agravar ainda mais nos próximos dias, já que os rodoviários que operam as linhas do ônibus do Consórcio Operacional Leopoldinense – COLEO, anunciaram que entraram em estado de greve nesta segunda-feira (27).

São Leopoldo: Rodoviários entram estado de greve - revistadoonibus

A Categoria segue reivindicando 5% de reajuste salarial e do vale refeição, proposta que foi recusadas pelos empresários do transporte na última sexta-feira (17). Os rodoviários consideraram a proposta dos empresários como “esmola”.

Uma nova assembléia dos rodoviários foi agendada para ocorrer na próxima segunda-feira (4/7) e até essa data, a categoria espera uma contraproposta feita pelos empresários, como forma de se evitar uma paralisação dos ônibus em São Leopoldo.



São Leopoldo: Rodoviários entram estado de greve - revistadoonibus

De acordo com Wilson Caetano que é o tesoureiro do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de São Leopoldo, se até o dia 4 de julho, não houver uma posição que seja satisfatória para os funcionários das empresas de ônibus, os rodoviários irão deflagrar a paralisação do transporte municipal.

O sindicalista informou ainda que foi solicitado um pedido de mediação junto ao Tribunal Regional do Trabalho – TRT-4.

São Leopoldo: Rodoviários entram estado de greve - revistadoonibus

Prefeitura de São Leopoldo se manifesta

A administração municipal informou que o aumento no valor dos combustíveis e principalmente no óleo diesel, traz grande preocupação e que somente nos seis primeiros meses de 2022, foram 60% de aumento, o que impacta mais de 30% no valor da tarifa dos ônibus.  

A Prefeitura de São Leopoldo informou ainda que mantém a negociação com o Consórcio Municipal como forma de evitar que o reajuste seja repassado aos passageiros e moradores da cidade.

RS: São Leopoldo anuncia reajuste na tarifa que passará para R$ 4,60 - revistadoonibus

A administração municipal informa ainda que se o Governo Federal e Estadual tivesse o mesmo empenho para buscar saídas, com certeza estaríamos com este problema resolvido. Porém o que vemos é justamente o contrário, apenas a Prefeitura está preocupada e buscando saídas dentro das suas limitações administrativas e orçamentárias. 

“No que se refere a questão do dissídio da categoria, trata-se de uma relação trabalhador/empregado, sobre a qual não temos nenhuma gerência, e entendemos que devam ser bem remunerados pelo trabalho que prestam de acordo com as possibilidades reais e objetivas. Apesar da crise, e do total descaso e descompromisso com que Governo Federal e Estadual estão tratando o tema, a Prefeitura de São Leopoldo segue empenhada em garantir o serviço de transporte público na cidade.” 

Com informações do Corredio do Povo, Prefeitura de São Leopoldo e Sindicato dos Rodoviários de São Leopoldo