Vídeo: Estudantes de Antonina são prejudicados por estrada em péssimas condições no Paraná

Vídeo: Estudantes de Antonina são prejudicados por estrada em péssimas condições no Paraná

2 de junho de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

ANTONINA – Os moradores do bairro Rio do Cedro, no município de Antonina, no litoral do Paraná, seguem prejudicados pelo péssimo estado de conservação das estradas. Os alunos que residem no local, precisam caminhar cerca de três quilômetros para ter acesse ao ônibus escolar, já que os coletivos são impedidos de circular devido as péssimas condições das estradas.

Vídeo Estudantes de Antonina são prejudicados por estrada em péssimas condições no Paraná - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Grupos de Whatsapp

Além dos estudantes, os moradores da região estão sendo prejudicados, já que segundo eles, o transporte coletivo não estaria circulando em seu trajeto completo, obrigando os passageiros desembarcar e seguia o restante do trajeto a pé e na lama, principalmente em dias de chuva, como vem ocorrendo nos últimos dias.

Os estudante precisam caminhar cerca de três quilômetros no escuro já que só retornam da escola por volta das 18h40 em um trecho considerado perigosos. A viagem entre o bairro e a escola mais próxima segundo moradores da região dura cerca de quase duas horas.



Vídeo: Reprodução de Grupos de Whatsapp

Em um vídeo gravado por moradores locais, é possível ver o drama dos estudantes de Antonina. Depois de caminhar na lama, as crianças e adolescente pedem para uma moradora para que possam limpar seus pé para seguirem viagem.

Os moradores afirmam que solicitaram à Prefeitura de Antonina a manutenção das ruas, para que os ônibus possam circular durante todo o trajeto, porém, não tiveram respostas.

Vídeo Estudantes de Antonina são prejudicados por estrada em péssimas condições no Paraná - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Grupos de Whatsapp

Prefeitura de Antonina se manifesta

A Prefeitura informou que vem realizando melhorias em mais de 16 quilômetros de estradas em toda a cidade e que equipes de manutenção seguem trabalhando na região reclamada e que acredita que no máximo em dois dias, o transporte seja restabelecido totalmente.

Com informações da Band News FM, Banda B e Prefeitura de Antonina