ES: Motorista agride passagem com canivete no Terminal de Laranjeiras, na Serra

ES: Motorista agride passagem com canivete no Terminal de Laranjeiras, na Serra

31 de maio de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

SERRA – Uma confusão entre um motorista do sistema Transcol e um passageiro, acabou com um dos envolvidos feridos na manhã desta última segunda-feira (30), quando o condutor do coletivo aplicou golpes com um canivete durante uma briga no Terminal de Laranjeiras, no município de Serra, na Região Metropolitana de Vitória.

ES: Motorista agride passagem com canivete no Terminal de Laranjeiras, na Serra - revistadoonibus
Foto: Reprodução de TV

Segundo informações de testemunhas que estavam no terminal, a discussão entre o passageiro e o motorista do coletivo, ocorreu dentro do ônibus que fazia a linha 813 – Serra Dourada x Terminal Laranjeiras, após o passageiro reclamar da demora para o veículo deixar o terminal.

Ambos desceram do coletivo discutindo e iniciou-se a agressão mútua, quando em certo momento, o rodoviário que não teve a sua identidade revelada, tirou um canivete do bolso e aplicou golpes contra o passageiro.

A cena de violência dentro do terminal, chamou a atenção de quem passava pelo local. Os seguranças do terminal e demais populares precisaram separar a briga. O motorista do coletivo e o passageiro, foram encaminhados para a Delegacia da região.



ES: Motorista agride passagem com canivete no Terminal de Laranjeiras, na Serra - revistadoonibus

GVBus se manifestou sobre a ação de violência

O Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória – GVBus, informou por meio de nota que a empresa responsável pelo ônibus já afastou o motorista temporariamente e que, além de registrar boletim de ocorrência, vai apurar os fatos para tomar as medidas necessárias.

O GV Bus afirma que “repudia qualquer tipo de violência e que o ato não condiz com a conduta dos seus colaboradores, que são treinados para atender os passageiros com respeito e dignidade.”

A Polícia Civil do Espírito Santo informou que o motorista do ônibus assinou um termo circunstanciado por lesão corporal e o passageiro assinou um termo circunstanciado por lesão corporal e ameaça.

A corporação disse que que o motorista e o passageiro foram liberados para responder em liberado, depois que assumiram o compromisso de comparecer às audiências do Juizado Especial Criminal. O canivete que pertencia ao motorista foi apreendido.

Com informações do GV BUs, Polícia Civil do Espírito Santo e TV Gazeta