Ônibus que tombou com a dupla Aleksandro e Conrado foi multado 182 vezes, diz Record TV

Ônibus que tombou com a dupla Aleksandro e Conrado foi multado 182 vezes, diz Record TV

10 de maio de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

SÃO PAULO – O ônibus rodoviário Paradiso G7 1600 LD, Volvo que fazia o transporte da dupla Aleksandro e Conrado e sua banda que tombou no último sábado (7), deixando o cantor Aleksandro morto e outras cinco pessoas da banda mortos, já teria sido multado 182 vezes, como mostra um apontamento feito pela Record TV.

Ônibus que tombou com a dupla Aleksandro e Conrado foi multado 182 vezes, diz Record TV - revistadoonibus
Foto: reprodução de Redes Sociias

No mesmo dia do acidente, surgiu um vídeo nas redes sociais em que mostra o momento em que o coletivo é flagrado em alta velocidade em um trecho a Rodovia Régis Bittencourt, do que seria momento antes do momento em que o coletivo tombou, na altura do km 402,2 no sentido São Paulo, por volta de 10h30. 

Os advogados da empresa que administra a dupla haviam dito que o vídeo que mostra o ônibus acima da velocidade era velho, mas eles voltaram atrás e agora afirmam que o registro foi feito em um ponto longe do local do acidente, como informou o programa Balanço Geral SP.



Vídeo: Ônibus da dupla Conrado e Aleksandro viajava a mais de 130 km/h - revistadoonibus
Foto: Reprodução de TV

Na imagem que vem sendo compartilhada em, redes sociais e também em grupos de mensagens por aplicativo, é possível ver o momento em que um motorista de um veículo de passeio, mostra que o ônibus rodoviário circula na rodovia acima de 130 km/h.

“Depois acontece um acidente e colocam a culpa sempre em outra coisa, mas a imprudência fala mais alto aqui! Ultrapassa caminhões como se fosse um carro pequeno”, disse o autor do vídeo, que não teve o nome divulgado.

Vídeo: Ônibus da dupla Conrado e Aleksandro viajava a mais de 130 km/h - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Instagram
Vídeo: Ônibus da dupla Conrado e Aleksandro viajava a mais de 130 km/h - revistadoonibus

As causas do acidente seguem sendo investigadas.

Com informações da Polícia Rodoviária Federal e Record TV