RJ: Volta Redonda afirma que ônibus do tarifa Zero seguirão circulando na cidade

RJ: Volta Redonda afirma que ônibus do tarifa Zero seguirão circulando na cidade

19 de abril de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

VOLTA REDONDA – A Prefeitura de Volta Redonda informou que o serviço do Projeto Tarifa Zero, conhecida pela circulação dos ônibus elétricos de cor verde que circulam pelos principais pontos no centro comercial da cidade sem cobrança da tarifa, segue circulando em Volta Redonda, no Sul Fluminense.

RJ: Volta Redonda afirma que ônibus do tarifa Zero seguirão circulando na cidade - revistadoonibus

A administração municipal informou através de nota que descarta a possibilidade do encerramento do projeto que vem atendendo satisfatoriamente parte da população de Volta Redonda. Na manhã desta terça-feira (19), o governo municipal, anunciou a interrupção do serviço após problemas técnicos nos ônibus elétricos.

A Prefeitura de Volta Redonda não deu detalhes sobre os problemas que foram apresentados nos coletivos elétricos, afirmando apenas que está finalizando um contrato de manutenção com a fabricante dos ônibus elétricos BYD que possui sede na cidade de Campinas, no interior de São Paulo.



RJ: Volta Redonda afirma que ônibus do tarifa Zero seguirão circulando na cidade - revistadoonibus

A partir desta quarta-feira (20), ao menos um dos ônibus verde do Projeto Tarifa Zero estará circulando e até a próxima segunda-feira (25), acredita-se outros ônibus sejam disponibilizados para atender a rota até que os coletivos elétricos possam voltar a circulação normal.

A Prefeitura de Volta Redonda informou através de nota que o contrato de manutenção dos veículos não estava em vigor, porque o valor da compra, de cerca de R$ 3 milhões, não havia sido pago. Os coletivos adquiridos na gestão anterior não foram pagos ao fabricante pelo Governo Anterior (cerca de três milhões de reais)”, diz a nota.

RJ: Volta Redonda afirma que ônibus do tarifa Zero seguirão circulando na cidade - revistadoonibus

A atual gestão afirmou que com o pagamento da dívida pela compra dos ônibus, não foi possível seguir com a manutenção dos coletivos, já que a fabricante se recursava manter o contrato, ao não pagamento dos ônibus que foram fornecidos.

Com o pagamento da quitação dos ônibus elétricos do Projeto Tarifa Zero, foi possível elaborar um contrato de manutenção. Assim, o projeto poderá funcionar de maneira regular, sem prejudicar a população, afirmou a prefeitura.

Com informações da Prefeitura de Volta Redonda