Vídeo: Ônibus é incendiado em Porto de Galinhas em protesto por morte de criança

Vídeo: Ônibus é incendiado em Porto de Galinhas em protesto por morte de criança

1 de abril de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

IPOJUCA – O balneário de Porto de Galinhas, no município de Ipojuca, na Região Metropolitana do Recife, vive dias de alto índice de violência, toque de recolhe e apreensão entre moradores, comerciantes e turistas, muitos desses, estrangeiros, após a morte de uma criança nesta última quarta-feira (30).

Vídeo: Ônibus é incendiado em Porto de Galinhas em protesto por morte de criança - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

A Polícia Civil de Pernambuco, investiga a morte de uma menina de 6 anos que foi baleada durante uma ação policial na tentativa de coibir o tráfico de entorpecentes na região, que vem perdendo o controle para os bandidos.

A noite desta última quinta-feira (31) e madrugada e manhã desta sexta-feira (1º), quando cerca de 10 mil turistas estavam na região, como mostra os dados do Trade Turístico de Porto de Galinhas, um ônibus foi incendiado, e protestos foram realizados em vários pontos da região.



Vídeo: Ônibus é incendiado em Porto de Galinhas em protesto por morte de criança - revistadoonibus

Por conta da ação de vandalismo e violência a circulação dos ônibus municipais e intermunicipais que operam em Porto de Galinhas, foi suspenso, e ainda não possui previsão de retorno da operação dos ônibus.

Ação de vandalismo assustou os comerciantes e turistas. Barricadas foram feitas e queima de materiais como pneus e galhos, foram registrados por quem estava em Porto de Galinhas.

Foto: Reprodução de TV – Comércio fechado em Porto de Galinhas

A Polícia Civil de Pernambuco, informou que um grupo de bandidos que controla a venda de entorpecentes na região vem sendo alvo de investigações. Cerca de 250 policias civis e militares foram enviados para reforçar a segurança no balneário.

O homem, que preferiu não ser identificado ou ter a nacionalidade revelada, relatou ter visto uma grande quantidade de policiais andando pela cidade, com armas.

Segundo a Polícia Militar, a menina foi atingida durante um confronto entre o Batalhão de Operações Especiais – Bope e dois suspeitos de tráfico de entorpecentes, com troca de tiros na comunidade Salinas.

Vídeo: Ônibus é incendiado em Porto de Galinhas em protesto por morte de criança - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

O comércio amanheceu fechado pelo segundo dia consecutivo. Supermercados, lojas, padarias e restaurantes não funcionam. Ruas e avenidas foram bloqueadas por fogo em pneus e galhos de árvores. Também houve cancelamento de aulas em escolas.

O setor de turismo também é impactado. Donos de pousadas e hotéis ouvidos pela reportagem preferiram não se identificar. Eles dizem que há cancelamento de reservas para o final de semana e temem um efeito dominó para os próximos períodos de descanso, como o feriadão da Semana Santa e o de Tiradentes.

Vídeo: Ônibus é incendiado em Porto de Galinhas em protesto por morte de criança - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Passeios comandados por guias turísticos também foram suspensos.

Em nota, o governo de Pernambuco anunciou que reforçou a segurança de Porto de Galinhas com mais 250 policiais militares e civis enviados ao local.

A prefeitura de Ipojuca lamentou a morte da menina e disse que enviou ofício ao governo do estado solicitando mais segurança para os moradores e turistas.

O governador Paulo Câmara – PSB disse, em comunicado, que monitorou os protestos em Porto de Galinhas e se solidarizou com a família da menina morta.

Moradores, no entanto, afirmam que os policiais chegaram atirando ao local. A Polícia Civil abriu um inquérito e investiga o que aconteceu.

Com informações de Redes Sociais