Rio: Paralisação de Rodoviários atinge o BRT nesta manhã. Ônibus convencionais circulam parcialmente

Rio: Paralisação de Rodoviários atinge o BRT nesta manhã. Ônibus convencionais circulam parcialmente

29 de março de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – A Paralisação dos rodoviários do município do Rio, vem complicando a mobilidade dos moradores desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (29), gerando um caos principalmente no sistema BRT Rio. Desde as primeiras horas de hoje, a categoria decidiu em assembleia pela greve na noite desda última segunda-feira (28).

Rio: Paralisação de Rodoviários atinge o BRT nesta manhã. Ônibus convencionais circulam parcialmente - revistadoonibus

A Prefeitura do Rio, informou através do Centro de Operações Rio – COR, que a cidade entrou em estágio de atenção e mobilização desde às 0h de hoje, por causa do anúncio da paralisação dos rodoviários e também devido a possibilidade de chuva na cidade.

O Alerta Rio informa que núcleos de chuva já atuam em vários pontos da zona oeste da cidade e já causaram chuva fraca a moderada na última hora.



Rio: Paralisação de Rodoviários atinge o BRT nesta manhã. Ônibus convencionais circulam parcialmente - revistadoonibus

Os cerca de 19 mil rodoviários que atuam na cidade do Rio de Janeiro, transportam quase 3 milhões de pessoas todos os dias. A categoria reivindica melhores condições de trabalho e reajuste salarial. Os ônibus convencionais circulam com menos coletivos desde o fim da madrugada.

A desembargadora Edith Maria Correa Tourinho, que é presidente do TRT, concedeu uma liminar ao Rio Ônibus determinando que o sindicato dos rodoviários não entrem em greve e siga suas atividades normalmente sob pena de multa diária no valor de R$ 200 mil.

O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região – TRT/RJ, marcou uma audiência de conciliação para a próxima segunda-feira (4) de abril, na tentativa de promover um acordo entre os empresários e funcionários.

Rio: Paralisação de Rodoviários atinge o BRT nesta manhã. Ônibus convencionais circulam parcialmente - revistadoonibus

Por outro lado, Sebastião José da Silva, que é o presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio – Sintraturb/RJ, afirmou que de acordo com relatos dos profissionais da categoria que estão nas garagens, as empresas estão ligando e indo buscar em casa os motoristas.

Ainda segundo Sebastião, muitos rodoviários alertaram que estão sendo ameaçados ao tentar sair das garagens sob pena sansões e até demissão. “As empresas estão usando a liminar como forma de impor o retorno dos profissionais, porém o sindicato ainda não foi comunicado oficialmente da liminar. Assim que isso ocorrer, iremos convocar uma assembleia para comunicar a categoria a decisão judicial. Isso já era esperado por parte das empresas, que trata a categoria como gado e sem nenhuma sensibilidade em relação as necessidades da categoria. O BRT está praticamente 100% parado, já nos demais consórcios os profissionais estão sendo obrigados a circular”, informou Sebastião José.

Rio: Paralisação dos rodoviários agendada para a terça-feira será decidida nesta noite - revistadoonibus

“Como já era esperado, os empresários não ofereceram nenhuma proposta para reajustar os salários e demais benefícios. Ficaremos em estado de greve (apenas o sindicato) caso alguma proposta seja apresentada; para isso convocamos nova assembleia para amanhã (terça-feira) às 14h, aqui em Rocha Miranda caso isso ocorra”, explicou o presidente do Sintraturb/RJ.

Ainda segundo o representa dos rodoviários, ao longo da audiência de conciliação no Ministério Público do Trabalho, a proposta inicial feita pelos empresários foi a de suspender a paralisação por setenta dias. No entanto, o MPT considerou o prazo longo demais e sugeriu que a categoria aguardasse até a próxima segunda-feira.Ainda conforme o sindicalista, os trabalhadores estão há mais de três anos sem reajustes de salário, tickets ou cesta básica.“Em todos esses anos como sindicalista jamais presenciei um quadro tão tenebroso no transporte público como agora”, disse o sindicalista.

Rio: Confirmada a paralisação dos rodoviários para esta terça-feira - revistadoonibus

Rio Ônibus se manifesta

“O Rio Ônibus repudia o movimento grevista, que prejudicará toda a sociedade carioca. A ação, que tentou ser impedida pelo Rio Ônibus por liminar judicial, não resolve o problema da classe, e agrava a atual crise de mobilidade na cidade do Rio. Mesmo em meio às dificuldades financeiras já conhecidas pela população, as empresas têm priorizado o pagamento dos rodoviários e a manutenção de seus empregos. O reajuste de salários depende de ações externas, já que três dos quatro consórcios se encontram em Recuperação Judicial. O Rio Ônibus pede que os profissionais não façam adesão à paralisação e retomem seus postos de trabalho, atendendo a população, até que haja resultados dos diálogos mantidos com a Prefeitura, na busca por soluções para o setor”.

Com informações de O Dia, Prefeitura do Rio, Rio Ônibus e Sintraturb/RJ