Prefeitura do Rio aluga 30 ônibus da Expresso Recreio por R$ 9,1 milhões por 180 dias

Prefeitura do Rio aluga 30 ônibus da Expresso Recreio por R$ 9,1 milhões por 180 dias

25 de março de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – Com a tentativa de minimizar os problemas ocorridos nos últimos meses no corredor Transoeste, e que foram mostrados amplamente pela imprensa carioca e pela Revista do Ônibus, a Empresa Mobi Rio, criada na gestão do Prefeito Eduardo Paes, informou nesta sexta-feira (25), que está contratando 30 ônibus urbanos do tipo padron da empresa Expresso Recreio Transportes.

Prefeitura do Rio aluga 30 ônibus da Expresso Recreio por R$ 9,1 milhões por 180 dias - revistadoonibus

De acordo com a Mobi Rio, os coletivos de modelos que são usados na cidade, custarão aos cofres públicos o valor de R$ 9,1 milhões, através de um contrato com duração de 180 dias corridos ou até que seja realizada na cidade a licitação para a compra da nova frota de ônibus do BRT RIO.

Ainda segundo o novo contrato entre a Prefeitura do Rio e a empresa de ônibus, serão disponibilizados os 30 ônibus urbanos e motoristas que estarão na operação municipal do corredor Transoeste. A empresa de ônibus ainda ficará responsável pela manutenção e abastecimento dos ônibus, e o uso de sua garagem para quando os veículos não estiveram operando.



Rio: Licitação do BRT não teve interessados, frustrando Eduardo Paes - revistadoonibus

O pregão eletrônico realizado às 11h da quarta-feira (16), pela Prefeitura do Rio para a licitação do BRT, como forma de comprar 307 novos ônibus articulados e com isso conseguir renovar parte da frota dos coletivos expresso, não recebeu nenhuma proposta, frustrando o prefeito do Rio, Eduardo Paes, que vem sendo alvo de reclamações no transporte que ele mesmo idealizou no passado.

O prefeito informou que como não houve avanço, as datas para melhorar o sistema do BRT Rio, poderão ser comprometidas. “O ‘sistema’ não é fácil! Mas vamos superar. Somos perseverantes!”, comentou Paes sobre a dificuldades de encontrar interessados na licitação através de suas redes sociais.

Rio: Licitação do BRT não teve interessados, frustrando Eduardo Paes - revistadoonibus

Secretaria Municipal de Transportes do Rio – SMTR, informou que a primeira licitação para a compra 305 novos ônibus, terá ainda uma segunda etapa do processo licitação para a compra de outros 250 ônibus novos agendada para o segundo semestres de 2022, como forma de renova gradativamente a frota dos ônibus, que hoje é alvo de reclamações dos clientes.

No período da manhã, Eduardo Paes, afirmou que temia que não haveria um boicote dos empresários.

“Espero que não haja boicote na tentativa de comprar 600 ônibus novos. Não tem BRT pra comprar numa prateleira de supermercado. Isso demora um tempo”, disse Paes, na manhã desta quarta-feira.

“Eu estou confiante que vamos conseguir licitar ainda hoje a compra dos ônibus”, afirmou o o prefeito.

“Tem um número de fabricantes de ônibus no Brasil. Tem grandes empresas e esperamos a participação. Estamos bem otimistas”, acrescentou.

Rio: Passageiro cai de ônibus do BRT em movimento com a porta aberta - revistadoonibus
Foto: Reprodução de TV

Sobre a licitação do BRT Rio

O vencedor da licitação estará responsável pela circulação dos novos ônibus nos corredores expressos, além de está ciente da manutenção dos ônibus, assim como a manutenção das garagens, estações e terminais. Até que o vencedor assuma a operação, a Prefeitura, por meio da empresa pública Mobi Rio, continuará responsável pelos serviços do BRT.

Rio: Eduardo Paes teme boicote na licitação do BRT - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Grupos de Whatsapp

Vale lembrar que o Sistema do BRT Rio, foi criado e implantado na primeira gestão de Eduardo Paes, quando o presidente na época era o Lula e o governador, era Sérgio Cabral Filho, os dois últimos presos por corrupção ao longo da Operação Lava Jato.

Com informações da MobiRio