Salvador: Três empresas de ônibus assumem linhas da BTM na Região Metropolitana

Salvador: Três empresas de ônibus assumem linhas da BTM na Região Metropolitana

16 de março de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

CAMAÇARI, LAURO DE FREITAS E SALVADOR – A empresa Bahia Transporte Metropolitana – BTM, que atravessa uma crise financeira e segue nesta quarta-feira (16), no terceiro dia seguido sem ter ônibus operando nas linhas intermunicipais que fazem a ligação entre os município de CamaçariLauro de Freitas e Salvador, acaba de ser substituída por três empresas de ônibus.

Salvador: Três empresas de ônibus assumem linhas da BTM na Região Metropolitana - revistadoonibus

Desde a última segunda-feira (14), que todos os ônibus da empresa BTM seguem parados na garagem por falta de combustível. A direção da empresa de ônibus ainda não se manifestou oficialmente sobre o problema.

Uma decisão da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia – Agerba em conjunto com a Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Ordem Pública – SETTOP, através de uma reunião realizada nesta última terça-feira (15), determinou que três empresas de ônibus assumissem as linhas da BTM.



Salvador: Três empresas de ônibus assumem linhas da BTM na Região Metropolitana - revistadoonibus

A crise financeira da BTM parece se estender por mais dias, já que não há uma previsão de quando os ônibus urbanos poderão ser reabastecidos e com isso, retornarem a operação.

BTM opera linhas intermunicipais entre as cidades de CamaçariLauro de Freitas e Salvador e por não ter óleo diesel, os cerca de 37 ônibus que atendem 19 linhas, não estão circulando. Os funcionários informaram que chegaram para trabalhar e disseram que não há combustível na garagem de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador.

Salvador: Três empresas de ônibus assumem linhas da BTM na Região Metropolitana - revistadoonibus

A Agerba informou ainda que adotará medidas administrativas em relação à empresa. Essas medidas podem variar de multas pelo não cumprimento dos horários estabelecidos, até a substituição da empresa através da licitação emergencial.

De acordo com a SETTOP, 28 ônibus de outras empresas que circulam em Lauro de Freitas estão em operação para suprir parte dos 56 ônibus da BTM que deixaram de circular no município.

Com informações da Agerba e SETTOP