Londres: Ônibus do Chelsea segue sem abastecer  após sanções contra Abramovich

Londres: Ônibus do Chelsea segue sem abastecer após sanções contra Abramovich

13 de março de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

LONDRES – A crise que atingiu todo o time do Chelsea vem deixando inclusive o ônibus sem abastecimento, depois das sanções que foram impostas pelo governo britânico contra o oligarca russo Roman Abramovich. As sanções vem impactando a rotina de todo o clube de futebol inglês.

Londres: Ônibus do Chelsea segue sem abastecer após sanções contra Abramovich - revistadoonibus
Foto: Divulgação

.

O jornal Dauly Mail informou neste último sábado (12), que a equipe do time londrino deverá ter o caixa zerado em até 15 dias por conta das sanções impostas no Reino Unido. A publicação informa que a vida financeira do Chelsea possui gastos mensais de £ 28 milhões (183 milhões de reais), com seus fundos de reserva girando em torno de £ 16 milhões (104 milhões de reais).

O atual campeão mundial de clubes segue inclusive com cartões de créditos congelados, impedindo o abastecimento do ônibus que transporta a equipe em jogos em Londres e o pagamento de dívidas como por exemplo alimentação e transporte em geral.

.



Londres: Ônibus do Chelsea segue sem abastecer após sanções contra Abramovich - revistadoonibus
Foto: Getty Images

.

Segundo a imprensa britânica, o ônibus agora estacionado nas dependências do clube.

As sanções do governo britânico ocorreu após o início da invasão russa à Ucrânia, quando as autoridades britânicas impuseram sanções à todos os oligarcas russos residentes em solo britânico e aos seus respectivos empreendimentos. Além de seus cartões de crédito congelados, o Chelsea está impedido de ter qualquer ganho financeiro decorrente de vendas de ingressos e mercadorias – o que costuma render à equipe pelo menos £ 600 mil, quase 4 milhões de reais, por jogo.

Com informações de Agências Internacionais