Londrina: Justiça determina o pagamento de R$ 2 milhões para as empresas de ônibus

Londrina: Justiça determina o pagamento de R$ 2 milhões para as empresas de ônibus

2 de março de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

LONDRINA – O juiz do trabalho, Carlos Augusto Penteado Conte, determinou que a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização – CMTU, realize o pagamento no valor de R$ 2 milhões às empresas de ônibus que operam o serviço municipal de Londrina em até 15 dias. A determinação é resultado da audiência de conciliação, que durou cerca de 4 horas, na tarde desta quarta-feira (2).

Londrina: Justiça determina o pagamento de R$ 2 milhões para as empresas de ônibus - revistadoonibus

Acredita-se que nesta quinta-feira (3), a paralisação dos rodoviários de Londrina seja encerrada. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina – Sinttrol, informou que convocou assembleias que serão realizadas durante a madrugada e a expectativa é de que às 7h de quinta-feira (3) a paralisação seja encerrada e os ônibus voltem a circular em Londrina.

A reunião de conciliação, teve a presença dos representantes do Ministério Público do Trabalho, da procuradoria jurídica da Prefeitura de Londrina, assim como das empresas de ônibus Londrisul e Transportes Coletivos Grande Londrina – TCGL e representantes do Sinttrol.


Londrina: Justiça determina o pagamento de R$ 2 milhões para as empresas de ônibus - revistadoonibus

De acordo com a decisão judicial, as empresas de ônibus ao receberem o repasse do governo municipal, devem realizar o pagamento dos funcionários no prazo de cinco dias.

Com informações da CBN Londrina