Chile: Três ônibus são incendiados em Peñalolén

Chile: Três ônibus são incendiados em Peñalolén

2 de março de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

PEÑALOLÉN – Uma manifestação na noite desta última terça-feira (1º), acabou deixando ao menos três ônibus do sistema Transantiago destruídos por incêndios no Distrito de Peñalolén, na Região Metropolitana de Santiago.

Chile: Três ônibus são incendiados em Peñalolén  - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

De acordo com o capitão Cristián Galaz, que é patrulheiro da Prefeitura de Oriente, os manifestantes pararam o primeiro coletivo e atravessaram o veículo no cruzamento da Avenida Grécia e em seguida atearam fogo.

“Os policiais foram requisitados na Avenida da Grécia, no alto da rua Altiplano, onde se informou que um ônibus de locomoção coletiva havia sido incendiado”. disse Galaz.


Chile: Três ônibus são incendiados em Peñalolén  - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

O militar informou ao portal Emol, que devido aos ataques, Agentes da 43ª Delegacia de Polícia de Peñalolén, foram ao local da ocorrência e “foram atacados com armas de fogo , razão pela qual se retiram com segurança para si e para seus vizinhos”, informou.

Posteriormente, “em uma ação muito rápida, esses anti-sociais deslocam-se pela Avenida Grecia até a Avenida Tobalaba, onde realizam a mesma ação e começam a queimar dois ônibus de locomoção coletiva”, acrescentou o capitão.

Chile: Três ônibus são incendiados em Peñalolén - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Agentes do Corpo de Bombeiros que foram ao local para delegar as chamas, foram ameaçados e não puderam combater as chamas, até que policiais chegasse com reforço na segurança para restaurar a ordem na região.

De acordo com a Polícia uma pessoa acabou sendo detida e segue a disposição do Ministério Público.

As linhas em que os ônibus fazia, não foi informada. Não há informações sobre feridos.

Chile: Três ônibus são incendiados em Peñalolén - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Até o momento, desconhece-se a motivação dos responsáveis ​​pelo ataque aos ônibus, sendo que dois deles da empresa Metbus e outro do Expresso Santiago.

Com informações do Emol