Ônibus estão em péssimas condições na Região Metropolitana de Macapá

Ônibus estão em péssimas condições na Região Metropolitana de Macapá

18 de fevereiro de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

MACAPÁ – Os moradores do município de Mazagão, na Região Metropolitana de Macapá, relatam a precariedade do transporte intermunicipal. Quem precisa se deslocar até a capital, vive um dilema, já que a qualidade na prestação do serviço é considerado péssimo.

Ônibus estão em péssimas condições na Região Metropolitana de Macapá - revistadoonibus
Foto: Divulgação

Com ônibus velhos, onde muitos parecem não passar por uma manutenção adequada, os moradores que precisam circular nesses coletivos sentem apreensivo em cada viagem. Na última segunda-feira (14), um dos coletivos não aguentou subir a ponte que passa sobe o Rio Matapi. Com isso, os passageiros precisam desembarcar e seguia viagem a pé e na chuva. A ponte faz a ligação entre os municípios de Mazagão e Santana, na Região Metropolita de Macapá.

Somente neste ano, um acidente com um coletivo perdeu um dos pneus, ficando impossibilidade de seguir viagem. Apesar do susto, não houve feridos. Em outra situação, o motorista do coletivo perdeu o controle da direção e entrou em uma região de mata quando seguia pela rodovia estadual AP-440.


Ônibus estão em péssimas condições na Região Metropolitana de Macapá - revistadoonibus
Foto: Divulgação

Moradores afirmam que mesmo após audiências públicas entre representantes da Secretaria de Transportes do Amapá – Setrap e do Sindicato das Empresas de Transportes do Amapá – Setap, nada foi feito na região.

Os passageiros se organizam para entregar um dossiê ao Ministério Público de Amapá para que assim, possam tomar providências.

Governo se manifesta

A Setrap informou por meio de nota que iniciou, nesta quinta (17), a substituição de veículos da linha Macapá/Mazagão, com a implantação de dois micro-ônibus. Outras substituições também serão realizadas neste primeiro semestre de 2020, conforme a necessidade da linha.

Além disso, a secretaria afirmou que notificou a empresa responsável pelos acontecimentos citados, a fim de melhorar o serviço prestado aos passageiros.

Com informações da Setrap