Rio: Eduardo Paes decreta a caducidade do contrato de concessão do BRT

Rio: Eduardo Paes decreta a caducidade do contrato de concessão do BRT

17 de fevereiro de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, informa que a Prefeitura publicou na edição desta quinta-feira (17), o decreto da caducidade do contrato de concessão do BRT Rio, ou seja, a extinção unilateral do contrato por parte da prefeitura, após o BRT Rio descumprir as obrigações contratuais.

Rio: Eduardo Paes decreta a caducidade do contrato de concessão do BRT - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Internet

A Prefeitura do Rio, em um outro decreto passa determinar a requisição administrativa de bens e serviços do sistema para assegurar a prestação do serviço. Nesta manhã, através de uma entrevista coletiva na sede da Prefeitura do Rio, o prefeito justificou a medida.

“Estamos encampando o sistema de BRT. O que estávamos fazendo até agora era uma intervenção em que permanecia com a empresa BRT, uma empresa privada, e a gente assumiu o comando desta empresa. O que fazemos, a partir de hoje, retiramos o comando do sistema BRT desta empresa e a prefeitura assume, através da Mobi-Rio, nossa nova empresa pública para cuidar do sistema de transportes da cidade, e assumimos também boa parte do patrimônio desta empresa BRT”, afirmou Eduardo Paes.


Rio: Eduardo Paes decreta a caducidade do contrato de concessão do BRT - revistadoonibus

Por conta do péssimo atendimento prestados aos clientes, também conhecidos como passageiros, as reclamações ganharam nos últimos cinco anos, espaço nas redes sociais, em grupos de mensagens por aplicativos e também na imprensa que mostra quase que diariamente os diversos problemas, a prefeitura determinou em março de 2021, a intervenção temporária do serviço.

Com a justificativa da Secretaria Municipal de Transportes – SMTR, de tentar melhorar o atendimento, em setembro de 2021, a intervenção acabou sendo prorrogada por mais seis meses, porém, o que se vê desde então, é muita reclamação e ônibus com falta de manutenção.

Rio: Eduardo Paes decreta a caducidade do contrato de concessão do BRT - revistadoonibus
Foto: Reprodução de TV

O prefeito afirmou que a prefeitura acompanha a situação dos passageiros por meio das reclamações que são feitas à Secretaria Municipal de Transportes – SMTR e dos relatos de passageiros expostos na imprensa e que eles pesaram na decisão de retomada do sistema do BRT.

“Eu não acho que seja um passo que nenhum governante goste de tomar. Eu acho que é um sistema que deva ser operado pelo sistema privado por meio de uma concessão, mas, infelizmente, ao longo deste período, especialmente nos últimos anos, foi um profundo desrespeito com o cidadão”, disse o prefeito.

Rio: Eduardo Paes decreta a caducidade do contrato de concessão do BRT - revistadoonibus

Paes lembrou o edital de licitação da troca da frota dos ônibus que operam no sistema e destacou que, em breve, deve ocorrer uma outra licitação para conceder o sistema para a iniciativa privada novamente, depois de uma série de prazos legais para o rompimento do contrato.

O prefeito afirmou que a melhora no sistema é um processo que respeitará o sistema jurídico e, por isso, a vida das pessoas “não vai mudar do dia para a noite”.

Rio: Eduardo Paes decreta a caducidade do contrato de concessão do BRT - revistadoonibus

Com informações da Prefeitura do Rio e TV Globo