Rio: Eduardo Paes anuncia que caducidade do BRT será feito nos próximos dias

Rio: Eduardo Paes anuncia que caducidade do BRT será feito nos próximos dias

15 de fevereiro de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO – Em meio a maior crise do transporte municipal dos últimos 20 anos, a gestão de Eduardo Paes, segue recebendo diariamente seja por rede sociais, por parte da imprensa ou através de aplicativos de mensagens, que mostram o péssimo atendimento do BRT Rio, o prefeito do Rio, anunciou que decretará a caducidade do Sistema BRT Rio.

Rio: Eduardo Paes anuncia que caducidade do BRT será feito nos próximos dias - revistadoonibus

A afirmação de Eduardo Paes, ocorreu durante uma entrevista no programa Roda Viva, nesta segunda-feira (14), ou seja, o prefeito do Rio irá encerrar a concessão do sistema de ônibus articulados. Dudu, como é apelidado por moradores do Rio de Janeiro, também projetou uma percepção de melhora no sistema só em 2023.

“Nos próximos dias, a gente está decretando a caducidade do BRT. Estamos acabando com a concessão do BRT. E é óbvio que isso,depois, com o tempo, você vai ter um ajuste de contas. Os empresários provavelmente vão dizer que o reajuste das passagens de ônibus não acontecem desde 2017, 2018, sei lá. A prefeitura vai dizer que gastou R$ 80 milhões, aqui. Isso vai, provavelmente, gerar um debate”, disse Paes.


Rio: Eduardo Paes anuncia que caducidade do BRT será feito nos próximos dias - revistadoonibus

Até que os possíveis novos articulados cheguem ao Rio de Janeiro, os passageiros do transporte seguirão enfrentando os inúmeros problemas já conhecidas como a falta de ônibus, atrasos, problemas mecânicos e superlotação, mesmo durante a pandemia da Covid-19. A Prefeitura do Rio, não informou quem estará assumindo as linhas do BRT, após o processo de caducidade.

A Secretaria Municipal de Transportes do Rio de Janeiro – SMTR, não informou que modelo de chassi e carroceiras estarão sendo adquiridas e não mostrou nenhum documento que comprove a intensão de compra.

A Prefeitura do Rio, resolver em março de 2021, decretar a prorrogação da intervenção do BRT RIO devido a precariedade no serviço que transporta milhares de cariocas diariamente. Quando foi em setembro do mesmo ano, a intervenção foi prorrogada por mais seis meses com a justificativa de que a Secretaria Municipal de Transportes – e outros órgãos – estava “trabalhando no planejamento da operação para melhor atendimento à população”, o que na prática, não diminuiu as reclamações dos clientes.


BRT Rio circulam lotados e sem ar-condicionado no verão carioca - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Os dois fabricantes de ônibus articulados e os três fabricantes de chassis, ainda não sinalizaram sobre o início da fabricação do número expressivo de ônibus. De acordo com fontes, mesmo que o pagamento pelos ônibus fossem feito neste mês de fevereiro, seria muito difícil a entrega de todos os carros articulados, como anuncia a prefeitura para o mês de outubro com a chegada de 307 ônibus articulados e outros 250 ônibus no segundo semestre de 2023 (modelos básicos e de 21 metros).

Nas redes sociais, as reclamações do péssimo serviço do BRT Rio seguem como podemos ver abaixo.



Com informações da Prefeitura do Rio