Crise na Itapemirim disponibiliza apenas um horário na Rio x São Paulo neste domingo

Crise na Itapemirim disponibiliza apenas um horário na Rio x São Paulo neste domingo

12 de fevereiro de 2022 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO E SÃO PAULO – A crise desencadeada pela paralisação de funcionários da Viação Itapemirim ocorrido nesta última quinta-feira (10), que deixou centenas de passageiros sem viajar causando transtornos semelhantes a suspensão da operação de sua Cia Aérea conhecida como Ita Transportes Aéreos, no dia 17 de dezembro de 2021, vem chamando a atenção de passageiros do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Crise na Itapemirim disponibiliza apenas um horário na Rio x São Paulo neste domingo - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Internet
Crise na Itapemirim disponibiliza apenas um horário na Rio x São Paulo neste domingo - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Internet

Um dos trechos mais concorridos no Brasil, a ponte rodoviária Rio x São Paulo e São Paulo x Rio, possui apenas um horário oferecido pela Viação Itapemirim no trecho Rio x São Paulo e três horários no trecho São Paulo x Rio, como podemos ver na consulta para viagem neste domingo (13), no site do Grupo Itapemirim que é hospedado na plataforma ClickBus.

Por outro lado, as demais empresas que operam o mesmo trecho, seguem oferecendo muitos horários, mostrando que a Viação Itapemirim pode estar sem motoristas disponíveis para realizar suas viagens ou até mesmo sem ônibus para oferecer os horários, que antes eram disponibilizados.


Crise na Itapemirim disponibiliza apenas um horário na Rio x São Paulo neste domingo - revistadoonibus

A paralisação dos funcionários da Viação Itapemirim que protestam contra a falta de pagamento de salários de benefícios e que tinha sido suspensa nesta última sexta-feira (11), retoma neste sábado (12), como informou o Sindicato dos Rodoviários em Vitória da Conquista, na noite desta última sexta-feira (11).

De acordo com a entidade sindical, há mais de cinco meses que a empresa está inadimplente com vários pagamentos dos motoristas. Na manhã desta sexta-feira (11) a paralisação chegou a ser interrompida por conta da promessa da direção de saldar os débitos até o meio dia, mas como isso não ocorreu, agora os trabalhadores, com o apoio da entidade sindical, resolveram paralisar as atividades até que a empresa honre com seus compromissos.


Paralisação de funcionários da Itapemirim segue neste sábado afirma sindicato - revistadoonibus
Foto: Guichê da Viação Itapemirim fechado em Vitória da Conquista – Divulgação

A paralisação dos funcionários da Viação Itapemirim que atualmente é comandada por Sidnei Piva de Jesus, através do Grupo Itapemirim, atingiu diversas cidades, onde a empresa atua, como Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte, no Ceará; Campina Grande, João Pessoa, na Paraíba; Feira de Santana, Vitória da Conquista, na Bahia; Arcoverde, em Pernambuco; Uberaba, em Minas Gerais; Campos dos Goytacazes no norte fluminense entre outras cidades.

Na cidade de Governador Valadares, passageiros ficaram sem poder seguir viagens para o Rio de Janeiro e demais cidades da região nordeste, já que os motoristas deixando os ônibus parados na rodoviária da cidade, causando um verdadeiro tumulto. Sem orientações, os passageiros passaram registrar a situação crítica do atendimento da Viação Itapemirim que ainda segue em recuperação judicial.


Paralisação de funcionários da Itapemirim segue neste sábado afirma sindicato - revistadoonibus
Vídeo: Reprodução de Grupos de Whatsapp – Governador Valadares – MG

Grupo Itapemirim é alvo de reclamações de credores e de investigação sobre as ações do processo de recuperação judicial.

Viação Itapemirim ainda não se posicionou sobre a continuidade da paralisação de seus funcionários devido a falta de pagamento que foi acordada anteriormente, até a publicação desta reportagem.


BA: Funcionários da Itapemirim paralisam atividades em Vitória da Conquista - revistadoonibus

Agência Nacional de Transportes terrestres – ANTT se manifesta

A agência informou que está realocando passageiros em outras transportadoras e que os que não conseguiram embarcar ou concluir viagem têm direito a reembolso imediato, que pode ser solicitado no site da empresa.

“Inicialmente, em relação aos desdobramentos da condição atual da empresa Itapemirim, informamos que a situação está sendo acompanhada pela Agência. Para mitigar ao máximo os efeitos para os passageiros que compraram bilhetes de passagem dessa transportadora, a ANTT está trabalhando para que não haja descontinuidade do serviço, auxiliando na relocação dos usuários em veículos de outras transportadoras.

Informamos ainda, que as equipes de fiscalização estão em alerta, monitorando a situação e realizando inspeções nas rodoviárias para verificar, principalmente, a regularidade dos veículos e o nível de operação das viagens programadas.

O passageiro que contratou o serviço de transporte interestadual de passageiros, e não embarcou em razão da paralisação da empresa contratante, tem direito de receber, imediatamente, seu dinheiro de volta. Também pode solicitar à empresa contratante para fazer a viagem em outra empresa, sem pagar nada a mais por isso.

Além disso, quando, ocorrer interrupção ou retardamento da viagem, ou atraso do ponto inicial da linha, por um período de 3 horas, a alimentação e hospedagem, quando for o caso, correrão às expensas da transportadora, quando devido a defeito, falha ou outro motivo de sua responsabilidade (de acordo com a Resolução ANTT nº 4282, de 17 de fevereiro de 2014, que dispõe sobre as condições gerais relativas à venda de bilhetes de passagem nos serviços regulares de transporte terrestre interestadual e internacional de passageiros, conforme art. 16).”

Com informações da ANTT,  Sindicato dos Rodoviários de Vitória da Conquista e Região – SINTRAVC e da Viação Itapemirim