GO: Motorista da Real Expresso fala que não havia sinalização antes do acidente na BR-153

GO: Motorista da Real Expresso fala que não havia sinalização antes do acidente na BR-153

27 de dezembro de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

APARECIDA DE GOIÂNIA – O motorista da Viação Real Expresso, identificado como Edimar Carlos da Mota, de 31 anos, que dirigia o ônibus que acabou caindo em uma ribanceira, nas margens da BR-153, na última sexta-feira (24), véspera de natal, em Aparecida de Goiânia, onde deixou seis mortos e dezenas de feridos, aparece em um vídeo divulgado pela Polícia Civil de Goiás nesta segunda-feira (27), falando o que ocorreu naquela madrugada.

GO: Motorista da Real Expresso fala que não havia sinalização antes do acidente na BR-153 - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Youtube

.

O condutor do ônibus informou que não havia sinalização suficiente na rodovia, em que pudesse mostrar a mudança de tráfego. Dias antes do acidente, uma cratera se abriu nas proximidades e houve um desvio no local.

“Não tinha sinalização. Pela experiência que eu tenho na estrada, todo km atrás existe uma sinalização informando que vai virar pista de mão dupla, que vai ter cone, que vai ter um tempo todo antes preparando para ter um desvio. Ali, quando eu vi, a bagaceira já estava toda em cima já”, relata.



GO: Motorista da Real Expresso fala que não havia sinalização antes do acidente na BR-153 - revistadoonibus

.

Polícia Rodoviária Federal, informou que o ônibus saiu de São Paulo e seguia para Goiânia. A corporação informou ainda que chovia muito no momento do acidente que aconteceu no desvio próximo à cratera que se abriu na rodovia. O Corpo de Bombeiros informou que todos os sobreviventes já foram resgatados no mesmo dia.

Segundo a Triunfo Concebra, que administra a rodovia, o ônibus estava sentido Goiânia, quando, por motivos a serem apurados, não respeitou a sinalização, invadiu a linha divisória de pista e chocou-se contra a lateral de uma viatura da concessionaria, em seguida, bateu de frente com uma carreta, vindo ainda a sair de pista e tombar.

GO: Conheça as pessoas que morreram no acidente com ônibus da Real Expresso na BR-153 - revistadoonibus
Foto: Reprodução de TV

.

Agentes da Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito de Goiânia – DICT, estiveram no hospital, onde o motorista foi atendido e conversou com o mesmo que aparece nas imagens com algumas faixas pelo corpo, o que mostra que o mesmo teve alguns ferimentos, como podemos ver no vídeo abaixo.

Ele contou aos agentes que assumiu a linha do ônibus em Uberlândia (MG), por volta das 19h30 de sexta-feira. O ônibus havia saído de São Paulo, com destino a Brasília, e ele conduziria o veículo até Goiânia. No caminho, o motorista passou por Araguari (MG) e Caldas Novas (GO), como mostrou o portal Metróples.


.

GO: Ônibus da Real Expresso é retirado do córrego na margem da BR-153 - revistadoonibus
Foto: Divulgação

.

De acordo com a delegada Adriana Fernandes, da Delegacia de Investigação de Crimes de Trânsito – Dict de Goiânia, apesar do acidente ter acontecido em outra cidade, a equipe da capital é que vai apurar o caso devido à complexidade e o grande número de vítimas. De acordo com ela, existe a suspeita de que o ônibus tenha perdido o freio. Os agentes chegaram ao local ainda pela manhã no dia do acidente.

“Os policiais estão onde aconteceu o acidente periciando o local e há também agentes nos hospitais qualificando as vítimas, que são várias. Tem a suspeita de que o ônibus possa ter perdido o freio, mas tudo isso ainda será apurado”, afirmou, como mostrou a TV Anhanguera.

A delegada informou ainda que o coletivo passou por uma perícia no local do acidente e que o mesmo foi retirado e seria encaminhado para o pátio da Polícia Rodoviária Federal.

.

Com informações da Polícia Civil de Goiás e TV Anhanguera