Sidnei Piva retirou quase R$ 1 milhão do caixa do Grupo Itapemirim quando a ITA suspendeu voos, diz jornal

Sidnei Piva retirou quase R$ 1 milhão do caixa do Grupo Itapemirim quando a ITA suspendeu voos, diz jornal

21 de dezembro de 2021 Off Por Redação Revista do Ônibus

RIO E SÃO PAULO – O empresário Sidnei Piva de Jesus, que é presidente do Grupo Itapemirim retirou quase R$ 1 milhão do caixa do grupo para a cia aérea Ita Transportes Aéreos na última sexta-feira (17), data em que o Grupo Itapemirim anunciou a suspensão de suas atividades deixando mais de 40 mil clientes sem passagens. A informação é do Jornal O Globo e segundo a publicação, consta em uma petição que foi protocolada nesta terça-feira (21) pelo administrador
Judicial, a EXM Partners.

Sidnei Piva retirou R$ 1 milhão do caixa do Grupo Itapemirim quando ITA suspendeu voos, diz jornal - revistadoonibus

.

De acordo com a publicação, a Itapemirim Transportes Aéreo que faz parte do Grupo Itapemirim que ainda controla a Viação Itapemirim, teria consumido até o último mês de setembro, quase R$ 40 milhões do caixa do Grupo que segue em recuperação judicial com dívidas que já passam de R$ 200 milhões e com muitos credores entrando com ações na justiça, cobrando ao Grupo Itapemirim de Sidnei Piva de Jesus.

A reportagem de O Globo afirma ainda que para tentar fazer caixa, o braço aéreo do Grupo Itapemirim seguia disponibilizando descontos de 65% no preço das passagens em relação aos valores que estavam sendo cobrados por Azul Linhas Aéreas, GOL e Latam, cias aéreas que atuam em vôos domésticos no Brasil.



Sidnei Piva retirou R$ 1 milhão do caixa do Grupo Itapemirim quando ITA suspendeu voos, diz jornal - revistadoonibus

.

O jornal informa ainda que a Ita Transportes Aéreos acabou suspendendo suas operações em todo o Brasil por não ter dinheiro para pagar combustível e seguir acumulando dívidas com inúmeros fornecedores, assim como atrasando os salários, diárias e até mesmo o plano de saúde dos tripulantes.

No mesmo dia em que anunciou a suspensão temporária de suas atividades em todo o Brasil, o Grupo Itapemirim, afirmou que a Viação Itapemirim, que opera linhas interestaduais, seguia funcionando normalmente. Mesmo com a notícia de que seu braço rodoviário seguia funcionando, muitos passageiros estão evitando viajar com a empresa de ônibus, com receio de que a mesma possa sofrer sanções judiciais.

“Sempre andei com a Itapemirim para São Paulo, mais agora com esse problema em sua cia aérea, tenho receio de que possa ficar sem viajar nos ônibus, ainda bem que hoje tem muitas opções no trecho Rio x São Paulo”, disse um cliente da empresa rodoviária

Sidnei Piva retirou R$ 1 milhão do caixa do Grupo Itapemirim quando ITA suspendeu voos, diz jornal - revistadoonibus

.

A Cia aérea do Grupo Itapemirim chegou fechar uma parceria na última sexta-feira (17), antes de encerrar suas operações em todo o país, com a Agência Digital 123Milhas, onde esperava vender antecipadamente R$ 12 milhões em passagens e com isso ter dinheiro para pagar parte de suas dívidas, como informou O Globo.

Como faltava uma assinatura para que a parceria fosse concretizada nesta última segunda-feira (20), o acordo acabou não seguindo em frente, já que na tarde daquela sexta-feira (17), a empresa parou suas atividades.

Com informações de O Globo