Últimas:
RJ: Tribunal de Justiça permite que Buser opere normalmente em todo o estado

RIO – A batalha judicial entre empresas de transportes rodoviário e A Buser, ganhou um novo capítulo. Nos últimos dias, a 12ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro – TJRJ, negou, por unanimidade, o recurso que foi feito pelo Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários – Sinterj, que pedia a suspensão das atividades da Buser em todo o Estado do Rio de Janeiro, como informou O Globo neste último sábado (27).

RJ: Tribunal de Justiça permite que Buser operem normalmente em todo o estado - revistadoonibus

Os membros do judiciário, entenderam que a Buser opera dentro da legalidade, já que “atua como empresa de intermediação digital por meio de um aplicativo, que conecta passageiros e motoristas para a realização de fretamento”. O Sinterj informou que ainda não tinha sido notificado sobre a decisão, e que irá recorrer da decisão.

A briga entre empresários do transporte e a plataforma vem de longa data, praticamente, desde o início das operações da Buser no Estado do Rio de Janeiro. De um lado, esses empresários, alegam com a Buser não oferece segurança e conforto, além de prestar um serviço irregular, ou seja, não regulamentado.

Para Marcelo Abritta, que o CEO da Buser, “A Justiça decidiu que o sistema de fretamento é legal e não pode ser interrompido. O tempo do oligopólio terminou. Os brasileiros já sabem que agora existem alternativas mais baratas”.

RJ: Tribunal de Justiça permite que Buser operem normalmente em todo o estado - revistadoonibus

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região – TRF-2, também já havia liberado a operação da Buser em todo o Estado em uma decisão anterior, para as viagens interestaduais que partissem no Rio de Janeiro. A decisão do Tribunal do Estado do Rio de Janeiro, preferida nesta semana, é válida para viagens em trechos intermunicipais, ou seja, para viagens ligando o Rio de janeiro as demais cidades fluminenses.

Com mais de cinco milhões de clientes cadastrados em sua plataforma, a Buser que opera em 26 estados do Brasil, celebra o sucesso ao longos dos quatro anos de operação no país e com isso, passa incomodar muitos empresários do transporte que ainda renova parte de suas frotas com ônibus mais apertados, indo contra o cenário do passageiro atual, que busca ônibus mais baratos e bem mais espaçosos.

RJ: Tribunal de Justiça permite que Buser operem normalmente em todo o estado - revistadoonibus

Em meio a decisão, oficialmente a partir de agora, a Buser poderá operar trechos onde não há concorrência com outras empresas, deixando as empresas Auto Viação 1001, que atende a Região dos Lagos e Norte Fluminense, assim como Unica e Fácil em Petrópolis, Viação Teresópolis, na cidade de Teresópolis, Cidade do Aço, que atende Barra Mansa, Volta Redonda e Barra Mansa e Viação Costa Verde que faz o trecho Rio x Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty, apreensivas com o novo cenário de concorrência.

Acredita-se que com a entrada da Buser com mais horários disponíveis e uma tarifa mais barata, aliado ao conforto de seus ônibus, os clientes possam escolher de que forma preferem viajar, se é pelo meio tradicional, embarcando dentro da Rodoviária do Rio, ou através de pontes flexíveis que são disponibilizados pela Buser.

Com informações de O Globo e Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

%d blogueiros gostam disto: