Últimas:
SP: Nova Odessa solicita à EMTU ampliação de frota e horários dos ônibus

NOVA ODESSA – A Prefeitura de Nova Odessa, informou nesta última quarta-feira (17), por meio da Diretoria de Transportes, que solicitou no final de outubro à EMTU/SP, estatal responsável pelo gerenciamento de todo o sistema de Transporte Coletivo Metropolitano da Região Metropolitana de Campinas, a regularização da frota e dos horários das linhas metropolitanas (intermunicipais) que atendem a cidade, retornando à situação que existia antes da pandemia de Covid-19.

SP: Nova Odessa solicita à EMTU ampliação de frota e horários dos ônibus - revistadoonibus

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU apontou a “compatibilidade” do sistema atual “com a demanda constatada” para as linhas. A ação atendeu reivindicações de usuários locais destas linhas, que alegam atrasos na ligação entre Americana e Sumaré e, consequentemente, uma maior “lotação” nos ônibus.

Os impactos causados pela pandemia da Covid-19 foram uma das justificativas da empresa para a redução da frota nesse período, o que tem provocado, de acordo com munícipes, atrasos constantes e lotação dos veículos.

“Diante de reclamações de munícipes em matérias na imprensa, encaminhamos este ofício à EMTU no dia 27 (de outubro) solicitando a regularização imediata da frota e dos horários dos itinerários que atendem ao nosso município”, explicou o diretor de Transportes da Prefeitura, André Gazzetta.

SP: Nova Odessa solicita à EMTU ampliação de frota e horários dos ônibus - revistadoonibus

A resposta veio datada de 08 de novembro

A EMTU esclarece que, “face à diminuição da demanda em virtude da quarentena decorrente da pandemia, a empresa foi autorizada a promover a readequação das programações de viagens das linhas metropolitanas, de acordo com a demanda e com o efetivo de pessoal disponível nas empresas”.

De acordo com a estatal, “a Unidade de Fiscalização tem agido sistematicamente (…) com a utilização de táticas diversas como, por exemplo, monitoramento eletrônico permanente, fiscais não uniformizados em acompanhamentos de campo sigilosos alternados com ações ostensivas, objetivando verificar o nível de lotação dos veículos em operação”.

“Esses acompanhamentos operacionais oferecem parâmetros para os ajustes na programação emergencial, sem prejuízo da aplicação das sanções quando constatadas eventuais irregularidades”, explica o ofício.

SP: Nova Odessa solicita à EMTU ampliação de frota e horários dos ônibus - revistadoonibus

TABELAS ESPECIAIS

Segundo dados da própria EMTU, atualmente as linhas metropolitanas que atendem Nova Odessa seguem operando com “tabelas especiais”, ou seja, com frota reduzida de 14 veículos nos dias úteis, ante 23 antes da pandemia (redução de 39%). Aos sábados, o total caiu de 15 veículos para 7, sofrendo uma redução de 53%, enquanto que aos domingos e feriados, o atendimento caiu de oito para cinco (ou 37% menos veículos em circulação).

O número de passageiros, que antes era de 7.373 em média nos dias úteis, caiu para 4.459, ou -39%. Aos sábados, o total de passageiros caiu de 3.031 para 2.112 (-30%), e aos domingos e feriados, de 1.281 para 515 (-59%), em média.

Com a redução da frota e das partidas, a quantidade de viagens diárias sofreu uma redução de 35%, somando-se dias úteis e finais de semana. Antes, eram 258 partidas em dias úteis, número que caiu para 166 atualmente. A redução foi de 180 para 117 aos sábados, e de 131 para 84 aos domingos e feriados.

SP: Nova Odessa solicita à EMTU ampliação de frota e horários dos ônibus - revistadoonibus

“Os impactos causados pela pandemia apresentaram novos desafios às empresas operadoras, uma vez que a demanda caiu vertiginosamente face à paralisação da economia”, justificou o diretor de Gestão Operacional, Francisco Eiji Wakebe.

“Sua recuperação vem se mostrando lenta e se espera que não retorne aos níveis anteriores à pandemia diante de vários fatores, como alteração de costumes, perdas de postos de trabalho, migração de postos de trabalho para o home office, mudança de formas de locomoção, tais como veículo próprio, veículos de aplicativos, viagens de bicicleta e a pé”, acrescenta Wakebe.

Segundo o executivo da estatal, “o dinamismo da atual situação requer um monitoramento constante de todas as linhas do sistema para que possamos ter um retorno da operação de linhas, bem como da oferta de viagens sempre em compatibilidade com a demanda constatada”.

“Por fim, informamos que o sistema de transporte coletivo intermunicipal de passageiros, gerenciado por esta EMTU/SP, continuará sendo monitorado e ajustado de forma a respeitar a manutenção do nível de serviço superior aos níveis de demanda verificados, bem como para evitar a aglomeração de pessoas”, conclui Wakebe.

Com informações da Prefeitura de Nova Odessa

%d blogueiros gostam disto: