Últimas:
São Luís: Rodoviários seguem com paralisação no 7º dia

SÃO LUÍS – A paralisação dos rodoviários de São Luís e região metropolitana, completa nesta quarta-feira (27), sete dias. A categoria iniciou a greve do transporte na última quinta-feira (21), e ao que tudo indica, não há previsão para encerrar a paralisação que já atinge mais de 700 moradores ao longo dessa semana.

São Luís: Rodoviários seguem com paralisação no 7º dia - revistadoonibus

A greve no transporte já reflete em São Luís e também em cidades da Região Metropolitana, que possui paradas de ônibus lotadas com moradores aguardando pelo transporte alternativo, também conhecidos como carrinhos.

A categoria, decidiu por manter a greve no transporte, depois que uma reunião de conciliação realizada no início da noite deste sábado (23), não ter avançado. Empresários e rodoviários, não conseguiram chegar em um acordo.

A audiência de conciliação deste último sábado (23), foi intensa e durou cerca de quatro horas. Na ocasião, o governo municipal chegou propor uma possibilidade de criar um auxílio emergencial para os trabalhadores do transportes, em uma tentativa de que os rodoviários pudessem anunciar o fim de paralisação, o que não ocorreu.

São Luís: Rodoviários seguem com paralisação no 7º dia - revistadoonibus

Os rodoviários informam que os empresários do transporte não estão cumprido com uma Convenção Coletiva de Trabalho, que prevê uma série de direitos aos motoristas por parte das empresas de transporte. A categoria segue reivindicando 13% de reajuste salarial, jornada de trabalho de seis horas, ticket alimentação no valor de R$ 800,00, manutenção do plano de saúde e inclusão de um dependente, além da concessão do auxílio creche para trabalhadores com filhos pequenos.

Por outro lado, os empresários alegam que devido a pandemia e a baixa circulação de passageiros, não possuem condições de promover um reajuste salarial e seguir com todos os pedidos solicitados pelos rodoviários.

São Luís: Rodoviários seguem com paralisação no 7º dia - revistadoonibus

Justiça determina retorno imediato da frota de ônibus em São Luís 

A Prefeitura de São Luís, por meio da Procuradoria Geral do Município, informou que assegurou junto à Justiça do Trabalho, o retorno imediato de 90% da frota de ônibus na capital. Em nova decisão proferida nesta quinta (21), os Sindicatos dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão – STTREMA e das Empresas de Transporte de Passageiros de São Luís – SET, devem garantir a prestação de serviços essenciais à população ludovicense. A decisão é do desembargador federal do Trabalho, Francisco José de Carvalho Neto.

Na nova decisão, a Justiça do Trabalho determinou o imediato bloqueio judicial de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais – por dia ou fração de dia) por causa do descumprimento da decisão anterior e deu o prazo de até 23:59 horas desta quinta-feira, 21 de outubro, como limite máximo do ajustamento.

“Estamos cumprindo o nosso papel, que é assegurar o serviço público de transporte a que a população tem direito. Estaremos atentos para que a decisão seja devidamente cumprida”, assinalou o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Cláudio Ribeiro.

Com informações da Prefeitura de São Luís e Rede Mirante

%d blogueiros gostam disto: