Últimas:
PR: PRF e Receita Federal apreendem três ônibus durante fiscalização na BR-277

FOZ DO IGUAÇU E SANTA TEREZINHA DE ITAIPU – Uma ação de fiscalização da Receita Federal com apoio da Polícia Rodoviária Federal apreendeu neste último sábado (9) três ônibus rodoviários que seguiam transportando mercadorias de descaminho, ou seja, sem nota fiscal declarada. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal os coletivos seguiam com destino ao estado de São Paulo e foram abordados por volta das 16h, na BR-277, no posto da PRF em Santa Terezinha de Itaipu, no interior do Paraná.

PR: PRF e Receita Federal apreendem três ônibus durante fiscalização na pela BR-277 - revistadoonibus
Foto: Receita Federal – Divulgação

Ainda segundo a corporação, durante a abordagem um terceiro ônibus acabou retornando na contramão em alta velocidade pela BR-277, chamando a atenção de que utilizava a rodovia e colocando em risco os usuários. O motorista do coletivo que não teve a sua identidade revelada, acabou escondendo o ônibus no bairro Três Lagoas, em Foz do Iguaçu. Os agentes conseguiram localizar o ônibus e o mesmo acabou sendo apreendido com toda a mercadoria.

A PRF informou que nenhum dos coletivos possui autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT e seguiam realizando o transporte irregular de passageiros. A Receita Federal estima que as mercadorias que estavam sendo transportadas nos três ônibus some cerca de R$ 1,16 milhões. 

Foto: Receita Federal – Divulgação

Os três coletivos e toda a mercadoria que era transportada por eles, foram apreendidos e encaminhados à sede da Receita Federal em Foz do Iguaçu.  Ninguém foi preso durante a operação, mas serão enviadas representações fiscais ao Ministério Público para apuração dos ilícitos. 

A Receita Federal disponibiliza telefones de contato para denúncias, de forma anônima, por meio dos números (45) 9 9152-2036 e (45) 9 9134-0100.

Essa iniciativa está inserida no âmbito do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras – PPIF, instituído pelo Decreto nº 8.903/2016, tem como diretrizes a atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalizações atuantes nas fronteiras, e como foco, o fortalecimento da prevenção, do controle, da fiscalização e da repressão aos delitos transfronteiriços, como contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e medicamentos, entre outros.

Com informações da Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal

%d blogueiros gostam disto: