Últimas:
Belo Horizonte estuda tarifa zero para pessoas em vulnerabilidade social

BELO HORIZONTE – Em breve, a cidade de Belo Horizonte poderá adotar a tarifa zero para um público específico. Nesta última sexta-feira (8), uma reunião com representantes da Prefeitura e da Câmara Municipal de Belo Horizonte, deu início a discussão sobre a proposta de liberar a tarifa zero para pessoas em vulnerabilidade social na capital.

Belo Horizonte estuda tarifa zero para pessoas em vulnerabilidade social - revistadoonibus

A tarifa zero atenderia inclusive os estudantes, que hoje seguem com direito ao meio-passe, além de demais moradores. Acredita-se que um projeto de lei seja apresentado na cidade nos próximos dias. Para arcar com as despesas, o recurso sairia de um adiantamento que a prefeitura conseguiu com as concessionárias do transporte público de Belo Horizonte com valor de R$ 220 milhões.

O valor que hoje é repassado as empresas de ônibus para a compra de passagens destinadas aos servidores do Executivo municipal, deverá também contemplar os moradores com dificuldades financeiras, que seguem atravessando a pandemia da Covid-19, com muita dificuldade de locomoção pela cidade.

Belo Horizonte estuda tarifa zero para pessoas em vulnerabilidade social - revistadoonibus

Ao longo da reunião não ficou claro como ficará o projeto, se o mesmo será uma política social fixa ou somente ao longo do período que durar a pandemia da Covid-19.

Com informações da Câmara Municipal de Belo Horizonte e Prefeitura de Belo Horizonte.


%d blogueiros gostam disto: