Últimas:
Cuiabá: Ônibus urbanos recém adquiridos não são compatíveis com o BRT da cidade

CUIABÁ – A crise no transporte municipal de passageiros de Cuiabá pode está só começando, antes mesmo da implantação do sistema do BRT da capital estrear. De acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura – SINFRA, os 144 novos ônibus que foram adquiridos para a renovação de parte da frota municipal são são compatíveis com o modelo do BRT, que deve ser implementado em Cuiabá e em Várzea Grande nos próximos anos.

Cuiabá: Ônibus urbanos recém adquiridos não são compatíveis com o BRT da cidade - revistadoonibus

A atual configuração dos ônibus que possuem portas baixas do lado direito e portal altas do lado esquerdo, obrigaria os passageiros a pular para desembarcar nas estações do BRT, nos dias atuais caso o sistema já estivesse funcionando. As estações do BRT Cuiabá que estarão sendo disponibilizadas precisam de ônibus com abertura de porta dos dois lados com piso baixo, diferente dos ônibus que foram comprados.

O argumento da SINFRA foi questionado no último dia 10 de setembro, durante uma consulta pública que está sendo realizada no anteprojeto do sistema do BRT Cuiabá.

Os atuais coletivos, não poderão usar as estações e pontos de ônibus do sistema, já que as portas do lado esquerdo dos coletivos, não são abaixas.

Cuiabá: Ônibus urbanos recém adquiridos não são compatíveis com o BRT da cidade - revistadoonibus

“No caso da frota adquirida pela Prefeitura de Cuiabá, com piso alto e portas à esquerda, estes veículos poderão utilizar as faixas exclusivas desde que operados em viagens expressas, ou seja, sem paradas nas estações”, esclareceu. 

De acordo com o projeto original, o novo sistema do BRT Cuiabá contará com 46 estações entre Cuiabá e Várzea Grande e outros três terminais. O governo de Mato Grosso informou que a Prefeitura de Cuiabá foi informada sobre os padrões adotados no projeto do BRT.

“A primeira vez em 04 de janeiro quando foram enviados os estudos técnicos que definiram pelo BRT em substituição ao VLT e em 11 de março por meio de uma nota técnica emitida pela Sinfra à Secretaria de Mobilidade Urbana – Semob”, consta em resposta.

Cuiabá: Ônibus urbanos recém adquiridos não são compatíveis com o BRT da cidade - revistadoonibus

Entrega dos novos ônibus

O prefeito Emanuel Pinheiro informou no último dia 3 de agosto, ao entregar a nova frota com 144 novos ônibus, que os coletivos poderiam ser usado no BRT.

“Terá portas para os dois lados para atender o modal que será implantado na Capital. Se for o VLT, a  porta para o lado direito e se for BRT usará o lado esquerdo”, disse o preito na época.

Com informações da Secretaria de Estado de Infraestrutura – SINFRA e Mídia News

%d blogueiros gostam disto: