Últimas:
Maceió: Funcionários da Veleiro seguem  com a paralisação neste fim de semana

MACEIÓ – O fim de semana deve ser de paralisação total na operação da Auto Viação Veleiro. Desde as primeiras horas deste sábado (11), nenhum ônibus da empresa circula na cidade de Maceió. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Alagoas – Sinttro confirmou nesta manhã que os rodoviários da empresa seguem em paralisação e os ônibus não devem circular em Maceió neste final de semana. 

Maceió: Funcionários da Veleiro seguem com a paralisação neste fim de semana - revistadoonibus

Este é o segundo dia consecutivo que os funcionários da Auto Viação Veleiro seguem com a paralisação total as atividades. Diversas linhas municipais foram afetadas, como a Circular 1, Circular 2, Pontal/ Ufal, Trapiche/ Ufal/ Pontal/ Iguatemi, Vergel/Jatiúca, Usineiros/ Trapiche, Joaquim Leão/ Ponta Verde, Joaquim Leão/ Feitosa, Santo Eduardo, Avenida/ Santo Eduardo, e Cruz das Almas/ Trapiche.

A Prefeitura de Maceió, informou que nesta última sexta-feira (10), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito – SMTT comunicou que a empresa responsável pela paralisação já foi autuada e haverá um reforço nas linhas de ônibus que já atendem a região.

Maceió: Funcionários da Veleiro seguem com a paralisação neste fim de semana - revistadoonibus

Sinttro se manifesta

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sinttro/AL) informa que, durante toda essa sexta feira, os rodoviários da empresa Veleiro permaneceram de braços cruzados como forma de cobrar o pagamento de dois meses de atraso dos salários e do ticket alimentação. Como até esse momento não houve solução para o impasse, os rodoviários seguem mobilizados nesse sábado (11), devendo, segundo o presidente do sindicato, Sandro Reges, permanecer assim até que os devidos vencimentos sejam pagos pela empresa. Sandro lamentou, ainda, que nenhuma atitude tenha sido adotada até o momento pela Prefeitura de Maceió para interceder no impasse, uma vez que, como responsável direta pelo processo licitatório que permite o serviço de transporte público, tem poder para solucionar as questões envolvendo a Veleiro e que suplantam os imbróglios trabalhistas, e envolve, também, o descumprimento pela empresa de inúmeras cláusulas constantes na licitação, deixando perdurar a péssima prestação do serviço pela mesma, causando transtornos à vida de usuários e trabalhadores“.

A Auto Viação Veleiro ainda não se manifestou sobre a paralisação de seus funcionários até a publicação desta reportagem, podendo fazer há qualquer momento, quando a reportagem será atualizada.

Com informações da Prefeitura de Maceió e Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Alagoas – Sinttro

%d blogueiros gostam disto: