Últimas:
Rio Branco: Mais de 200 funcionários do transporte serão demitidos a partir de setembro

RIO BRANCO – Os funcionários das empresas de ônibus Auto Viação Floresta, São Judas Tadeu e Via Verde, anunciam que a partir do dia 1º de setembro, mais de 200 rodoviários do transporte municipal de passageiros de Rio Branco serão demitidos. A categoria afirma que a crise no transporte ocorrida pela baixa redução de arrecadação ao longo da pandemia da Covid-19 e o fim do programa de Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e Renda do Governo Federal, são os motivos das demissões.

Rio Branco: Mais de 200 funcionários do transporte serão demitidos a partir de setembro - revistadoonibus

De acordo com alguns funcionários do transporte municipal, as empresas de ônibus estão informando que a partir do mês de setembro terão que buscar outra alternativa de emprego. As empresas de ônibus por sua vez, justificam que devido a frota reduzia, o cenário não é favorável a manter o pagamento da folha com a baixíssima arrecadação.

A crise do setor vinha sido estabilizada desde o início da pandemia da Covid-19, quando o Governo Federal passou realizar o pagamento de compensação para quem trabalha com carteira assinada, mas que teve o salário reduzido ou o contrato de emprego suspenso durante a crise econômica causada pelo coronavírus.

Rio Branco: Mais de 200 funcionários do transporte serão demitidos a partir de setembro - revistadoonibus

A esperança dos rodoviários será a aprovação do Projeto de Lei do governo municipal que previa um repasse de cerca de R$ 2 milhões ao Sindicato das Empresas de Transportes Coletivos do Acre – Sindcol, na tentativa de garantir o pagamento dos salários atrasados e, em contrapartida, a redução da tarifa de ônibus em R$ 0,50 centavos.

O PL deveria ter sido encaminhado junto a Câmara Municipal de Rio Branco, até o mês de julho, antes do recesso parlamentar da casa, porém, mesmo com o retorno das atividades da Câmara Municipal, ainda não há sinalização sobre o assunto, já que o governo municipal ainda não teria enviado o PL.

A Prefeitura de Rio Branco ainda não se manifestou sobre o assunto.

Com informações do Sindicato dos Rodoviários de Rio Branco e AC24h

%d blogueiros gostam disto: