Últimas:
SC: Rodoviários de Blumenau realizam paralisação nesta manhã

BLUMENAU – Os rodoviários da BluMob – Concessionária de Transporte Urbano de Blumenau, realizaram entre a madrugada e o início da manhã desta terça-feira (3), uma paralisação temporária, depois que a direção da empresa de ônibus ter cancelado uma reunião que estava prevista para ocorrer nesta última segunda-feira (2), como anunciamos.

SC: Rodoviários de Blumenau realizam paralisação nesta manhã - revistadoonibus

A paralisação dos funcionários da Blumob, se iniciou por volta das 3h30, quando motoristas e cobradores resolveram cruzar os braços, deixando a cidade sem ônibus temporariamente. Milhares de pessoas que precisaram se locomover pela cidade, teve que virar, já que os ônibus deixaram de circular. A circulação dos ônibus só foi retomada na cidade por volta das 7h.

Os funcionários da Blumob, informou que estarão realizando ainda nesta manhã, uma assembleia onde estarão definindo como será os próximos dias, em relação a negociação com a direção da empresa de ônibus Blumod.

SC: Rodoviários de Blumenau realizam paralisação nesta manhã - revistadoonibus

Vale lembrar que a categoria já anunciou o estado de greve há alguns dias atrás. De acordo com Osnir Schmit, que é o presidente do Sindetranscol, o motivo seria o cancelamento da reunião entre categoria e Blumob. O encontro entre as partes estava marcado para esta segunda. Conforme Schmitt, a empresa responsável pela operação no município enviou um e-mail alegando “ser um equívoco” o agendamento da reunião.

Uma nova reunião de conciliação foi agendada para o próximo dia 9 de agosto, porém, os rodoviários não gostaram dessa nova data, acusando a direção da Blumob de se ausentar as negociações da convenção coletiva de trabalho, que possuía data base no dia 1º de julho.

SC: Rodoviários de Blumenau realizam paralisação nesta manhã - revistadoonibus

Prefeitura de Blumenau se manifesta

A administração municipal informou que não foi informada com antecedência sobre a paralisação dos rodoviários que foi realizada nesta madrugada e parte da manhã de hoje. Em nota, o governo municipal informa que a negociação salarial é de responsabilidade da concessionária e que “acompanha, mas não participa das decisões” e lembrou ainda dos repasses a Blumob determinados pela Justiça, que devem garantir o pagamento em dia dos salários dos trabalhadores.

Confira a baixo a nota na íntegra:

A Prefeitura de Blumenau, assim como todos os usuários do transporte coletivo, recebeu nesta terça-feira a lamentável notícia da paralisação temporária do transporte coletivo da Cidade. O Município esclarece que não foi informado sobre a paralisação desta manhã e que tomará as medidas legais, uma vez que os atos de paralisação devem ser sempre informados com antecedência, especialmente se tratando de serviço essencial como o transporte coletivo.

O Município reitera ainda que as negociações salariais são de responsabilidade da empresa concessionária e que acompanha, mas não participa das decisões. Ciente das dificuldades enfrentadas por conta pandemia e da consequente queda no número de passageiros, atualmente com menos da metade do que era transportado até março de 2020, o município vem cumprindo decisão judicial, fazendo repasses mensais para garantir a manutenção do serviço e evitar que a população de Blumenau fique sem transporte público, realidade que atinge um grande número de municípios pelo país neste momento. Cabe ressaltar ainda que os repasses do município garantem o pagamento em dia dos salários dos trabalhadores do transporte.

Diante disso, a Prefeitura lamenta a atitude do Sindicato, que paralisa as atividades sem aviso prévio, ainda durante o processo de convenção coletiva, com o pagamento de salários e direitos trabalhistas todos em dia, prejudicando a comunidade que precisa do transporte público.”

Desde setembro do ano passado, a prefeitura de Blumenau já repassou R$ 24 milhões à Blumob para minimizar os impactos do tempo de serviço parado por causa da Covid-19. O valor supera os R$ 18,4 milhões que a concessionária alega ter perdido com a paralisação dos ônibus nos primeiros meses da pandemia.

SC: Rodoviários de Blumenau realizam paralisação nesta manhã - revistadoonibus

Blumob não se manifesta

Até a publicação desta reportagem, a Blumob ainda não se manifestou sobre a situação dos funcionários.

A empresa confirmou na semana passada que não apresentou nenhuma proposta à categoria, mas diz que o pedido de reposição na casa dos 11% “tem peso muito grande no aumento tarifário”.

Ainda de acordo com a Blumob, é preciso levar em consideração os impactos da pandemia no transporte coletivo.

Com informações do ND+ e Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau, Gaspar e Pomerode – Sindetranscol.

Com informações da Prefeitura de Blumenau e Sindetranscol.

%d blogueiros gostam disto: