Últimas:
RS: Pelotas faz repasse de R$ 360 mil ao transporte para evitar aumento na tarifa

PELOTAS – A Prefeitura de Pelotas no interior do Rio Grande do Sul, informou nesta última sexta-feira (9), que devido ao aumento dos custos de operação dos ônibus que operam o transporte municipal, repassa o valor de R$ 360 mil ao transporte coletivo, como forma de manter a tarifa que hoje é de R$ 4, uma das mais baratas do estado.

RS: Pelotas faz repasse de R$ 360 mil ao transporte para evitar aumento na tarifa - revistadoonibus

“Nós sabemos que a questão do transporte coletivo urbano é uma das mais complexas, hoje, para as cidades. Em Pelotas, temos nos debruçado sobre o assunto e feito, há um bom tempo, muitos esforços no sentido da manutenção da tarifa. Aprovamos, na Câmara de Vereadores, o projeto de lei que nos permite subsidiar o transporte, por algum tempo, com o objetivo de não prejudicar o usuário. Mas, temos sido obrigados a adotar algumas outras iniciativas, sempre com o mesmo objetivo de manter o sistema qualificado, a custo acessível”, ressalta a prefeita Paula Mascarenhas.

Além de evitar o aumento na tarifa dos ônibus que rodam nos bairros de Pelotas, a administração municipal adotará a partir desta próxima segunda-feira (12), novas medidas no transporte municipal.

RS: Pelotas faz repasse de R$ 360 mil ao transporte para evitar aumento na tarifa - revistadoonibus

Veja o que muda na cidade

– Para quem usa o sistema vale-transporte, o segundo deslocamento, pela integração tarifária, passará a ter o custo de 50% da passagem integral. 

– Estudantes passam a pagar a passagem, como em todo o país e nos termos da Lei Orgânica do Município, com desconto de 50% da tarifa praticada.

– Usuários do cartão Cidadão e estudantes terão assegurada a integração plena, como nos moldes atuais.

– O subsídio tarifário – aporte financeiro público, repassado para custeio do serviço de transporte coletivo urbano, instituído pela Lei 6.913/2021 – será mantido em R$ 0,30 por tarifa até o mês de agosto, quando haverá nova avaliação da evolução de preços. 

O Município criou um grupo de trabalho, integrado pelo Gabinete da Prefeita, secretarias de Transporte e Trânsito (STT), de Governo (SMG) e da Fazenda (SMF), além da Procuradoria-Geral do Município (PGM) e Assessoria de Comunicação (Ascom), para analisar, permanentemente, todas as questões que envolvem o transporte coletivo.

Com informações da Prefeitura de Pelotas

%d blogueiros gostam disto: