Últimas:
Salvador: Rodoviários da CSN Transportes retomam operação após paralisação

SALVADOR – Os rodoviários da Concessionária Salvador Norte – CSN, realizaram entre o fim da madrugada e o início da manhã desta sexta-feira (9), uma paralisação do transporte, começando por volta das 4h e se encerrando por volta de 8h, tempo suficiente para prejudicar milhares de moradores que dependem dos ônibus que operam as linhas municipais em sua maioria pela Orla de Salvador e na Estação Mussurunga.

Salvador: Rodoviários da CSN Transportes retomam operação após paralisação - revistadoonibus

Os funcionários da empresa de ônibus realizaram uma assembleia na sede da empresa que está localizad ano bairro Parque Bela Vista, onde seguiam reivindicando o pagamento de dívidas trabalhistas, depois que 1118 trabalhadores foram demitidos por causa do rompimento de contrato da empresa com a prefeitura de Salvador.

Outros rodoviários que foram readmitidos com contrato via Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) também afirmam não ter recebido as indenizações.

A Prefeitura de Salvador informou que ao longo das 4h de paralisação, ao menos 17 linhas acabaram ficando sem ônibus, e que os passageiros puderam realizar integração com outra linha ou com o metrô. Diante da situação, a prefeitura montou um esquema especial de transporte e ônibus da concessionária OTTRANS, que circularam em 13 linhas, a maioria na Estação Mussurunga. Já os veículos da Plataforma ficaram com 11 linhas e os amarelinhos, com sete.

Salvador: Rodoviários da CSN Transportes retomam operação após paralisação - revistadoonibus

As pessoas que precisaram se deslocar de ônibus nas primeiras horas da manhã encararam longas filas nos terminais. Os passageiros relataram transtorno e dificuldade para tomar o transporte público, mesmo com o esquema montado pela prefeitura.

Na Estação Mussurunga, por exemplo, os pontos ficaram cheios e até os veículos em direção à região metropolitana foram afetados. Os usuários do serviço reclamaram que ônibus para Camaçari não chegaram, o que provocou a formação de fila maior que o comum no local.

Com informações da Prefeitura de Salvador e Rede Bahia

%d blogueiros gostam disto: