Últimas:
PR: Justiça determina que Sindimoc tire de seu site a nota que acusa o desvio de vacinas em Campo Magro

CAMPO MAGRO – Depois que o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região Metropolitana – Sindimoc, divulgou na última sexta-feira (2), uma nota em seu site, afirmando que a prefeitura de Campo Magro, na Região Metropolitana de Curitiba, teria desviado as doses da vacina Janssen que estavam carimbadas para serem destinadas aos motoristas e cobradores de Campo Magro, sob ameaça de paralisação dos rodoviários, no mesmo dia, a Justiça determinou a retirado do material, que até no início da tarde desta segunda-feira (5), seguia publicado e no site do Sindimoc, como podemos ver na publicação do site abaixo.

PR: Justiça determina que Sindimoc de seu site a nota que acusa desvio de vacinas em Campo Magro - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Internet

Ainda segundo a publicação do Sindimoc, a entidade estaria a partir das 15h daquela sexta-feira (2), na sede da Prefeitura de Campo Magro para cobrar as providências e prestar os devidos esclarecimentos junto a imprensa.

A notícia sobre desvio de vacinas anunciada pelo Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Curitiba e Região Metropolitana – Sindimoc, ganhou destaque nas principais redes sociais e também em grupos de mensagens por aplicativos ao longo de todo o fim de semana, mesmo após a nota da Prefeitura de Campo Magro, que foi divulgada ainda na tarde daquela sexta-feira (2).

PR: Justiça determina que Sindimoc de seu site a nota que acusa desvio de vacinas em Campo Magro - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Internet

Prefeitura de Campo Magro de manifesta

Em nota publicada na tarde da última sexta-feira (2), a Prefeitura de Campo Magro, informou que teve conhecimento sobre a circulação de falsas, caluniosa e criminosas informações veiculadas pelo Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana – Sindimoc.

Na tarde de hoje (02/07/2021), o referido sindicato exarou nota dizendo que a Prefeitura teria desviado doses de vacinas destinadas aos trabalhadores do transporte coletivo.

Trata-se de acusação pífia e sem qualquer fundamento. Fake news!

A Prefeitura Municipal vem, desde o início deste trágico momento de pandemia, trabalhando e empregando o seu melhor aos cidadãos de Campo Magro, em especial, dedicando extraordinário esforço por parte dos trabalhadores da saúde na vacinação da população contra a COVID-19.

Lamentavelmente, na manhã de hoje (02/07/2021), representantes do Sindimoc chegaram a um posto de vacinação municipal EXIGINDO que os trabalhadores do transporte coletivo deveriam receber a vacina produzida pela Janssen, de modo que os referidos trabalhadores se recusaram a tomar doses da vacina Coronavac disponibilizadas pela Prefeitura.

A Prefeitura de Campo Magro esclarece à população que somente recebeu a quantidade de 85 doses da vacina da Janssen para vacinar os caminhoneiros, os trabalhadores do transporte coletivo, os ferroviários e as pessoas em situação de rua, sendo que, somente no cadastro municipal de vacinação constam 323 caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo, ou seja, um número muito superior ao de doses de uma determinada vacina.

Ainda nesta tarde a Excelentíssima Juíza da Primeira Vara Cível e da Fazenda Pública de Almirante Tamandaré exarou decisão determinando a retirada daquele conteúdo mentiroso e criminoso do site do sindicato, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00, nos autos de nº 0004444-51.2021.8.16.0024.

De qualquer modo, a postura de exigir uma vacina em detrimento de outra igualmente eficiente é reprovável e passa uma mensagem errada à população.

A Prefeitura de Campo Magro acredita na ciência, nas vacinas já aprovadas pela ANVISA e não medirá esforços para vacinar toda a população de Campo Magro o mais rápido possível.

Juntos venceremos essa pandemia com a imunização da população, seja com qualquer uma das vacinas aprovadas cientificamente.

PR: Justiça determina que Sindimoc de seu site a nota que acusa desvio de vacinas em Campo Magro - revistadoonibus

O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana – Sindimoc, que ainda mantém até às 15h30 a publicação sendo divulgada em seu site, ainda não se manifestou sobre a decisão judicial, até a publicação desta reportagem.

Com informações da Band News FM e Band B

%d blogueiros gostam disto: