Últimas:
MT: Policial Civil agride motorista da Rio Novo por não usar máscara de proteção

CANARANA – Era para ser uma viagem tranquila como outra qualquer, porém, na última sexta-feira (19), um policial civil acabou agredindo um motorista da empresa Rio Novo Transportes e Turismo que fazia a linha Barra do Garça x Canarana, por supostamente não estar utilizando a máscara de proteção na rodovia de Canarana, no interior do Mato Grosso. As cenas da agressão entre o policial e o motorista de ônibus circulam nas redes sociais e em grupos de mensagens por aplicativo.

MT: Polícia Civil agride motorista da Rio Novo por não usar máscara de proteção - revistadoonibus

A Polícia Civil de Mato Grosso, informou que o motorista da empresa Rio Novo Transportes e Turismo, também conhecida como Viação Rio Novo, não utilizava a máscara de proteção contra a Covid-19.

A TV Centro América informou que o investigador, que trabalha na delegacia de Canarana, e a sua mulher, retornavam de uma viagem ao nordeste do país. Eles compraram passagem de uma empresa de transportes com embarque em Barra do Garças para retornar para Canarana.

Antes do embarque, o policial e a mulher, que já foram infectados e tiveram sequelas em decorrência da doença, pediram à empresa que algum funcionário recomendasse que todos que estivessem no interior do ônibus fizessem o uso da máscara.

Eles afirmaram que o motorista e 70% dos passageiros não utilizavam o equipamento de proteção.

MT: Polícia Civil agride motorista da Rio Novo por não usar máscara de proteção - revistadoonibus

Ainda segundo a emissora, após o pedido do agente público acabou sendo atendido, porém o motorista da Rio Novo passou iniciar a viagem de quase cinco horas sem utilizar devidamente a máscara de proteção. Incomodado com a situação, o policial civil ao chegar na Rodoviária de Canarana, solicitou a identificação do motorista do ônibus, para que pudesse aplicar uma multa por descumprimento da lei estadual, que determina o uso de máscara de proteção como forma de prevenir a Covid-19.

De acordo com a Polícia Civil de Mato Grosso, o motorista do ônibus não entregou os documentos e policial informou que ele deveria seguia para uma delegacia próxima, afim de que fosse registrado a ocorrência, já que o mesmo seguia descumprindo as normas sanitárias e cometendo infração por não fornecer as informações pessoais.

MT: Polícia Civil agride motorista da Rio Novo por não usar máscara de proteção - revistadoonibus

A Polícia Civil diz que um segundo policial civil estava no local, momento em que o motorista apoiou-se em uma grade para supostamente tentar resistir à abordagem, sendo utilizada a técnica de imobilização pessoal.

Diante dos esclarecimentos do motorista e da informação da empresa de que não havia outro profissional para conduzir o ônibus no restante da viagem, o condutor foi liberado, sendo aplicadas multas de R$ 500 ao motorista e R$ 10 mil à empresa de transportes.

Em nota, a Polícia Civil do Mato Grosso, informou que “O vídeo foi encaminhado para a Corregedoria-Geral da Polícia Civil que irá apurar como os fatos ocorreram e se houve algum excesso na atuação dos policiais”.

A empresa Rio Novo Transportes e Turismo ainda não se manifestou sobre o assunto, até a publicação desta reportagem.

Com informações da Polícia Civil do Mato Grosso e TV Centro América

%d blogueiros gostam disto: