Últimas:
MG: Expresso Planalto deixará de operar algumas linhas em Pouso Alegre em julho

POUSO ALEGRE – A Expresso Planalto, empresa que opera linhas municipais na cidade de Pouso Alegre, no Sul de Minas, informou que a partir do dia 1º de julho, deixará de operar algumas linhas na cidade, em decorrência ao baixo número de passageiros transportados em virtude da pandemia da Covid-19.

MG: Expresso Planalto deixará de operar algumas linhas em Pouso Alegre em julho - revistadoonibus

A direção da empresa de ônibus já teria inclusive encaminhando ao governo municipal, um ofício pedindo o equilíbrio econômico e financeiro do contrato de concessão do transporte público municipal de passageiros. Este é o segundo documento encaminhado a administração municipal desde o mês de março do ano passado.

A Expresso Planalto solicitou à Prefeitura de Pouso Alegre, que seja criado um subsídio ao transporte, argumentando que caso a ajuda financeira do governo municipal, não seja feita, a tarifa dos ônibus poderia custar R$ 8,25. Atualmente, o moradora de Pouso Alegre paga a tarifa de R$ 3,90 para se locomover pelos bairros da cidade.

MG: Expresso Planalto deixará de operar algumas linhas em Pouso Alegre em julho - revistadoonibus

“A empresa teve uma redução superior a 50% no número de passageiros e um aumento de 28% nos custos de operação, alavancado pelo aumento no preço do combustível. Foi, ainda, obrigada a a manter o transporte das gratuidades, que representam 18% dos passageiros, e a cumprir todos os horários estipulados pela prefeitura durante toda a pandemia”, informa a Planalto, em um comunicado.

A Prefeitura de Pouso Alegre, informou através de nota que recebeu a notificação da empresa de ônibus e que sua equipe técnica segue realizando estudos para ver o que pode ser feito sobre o assunto, e que atualmente o serviço de ônibus municipais segue operando segue operando normalmente.

MG: Expresso Planalto deixará de operar algumas linhas em Pouso Alegre em julho - revistadoonibus

A lista de linhas que serão paralisadas só será definida se não houver acordo.

Com informações da Expresso Planalto e Prefeitura de Pouso Alegre

%d blogueiros gostam disto: