Últimas:
SP: Rodoviários de Presidente Prudente seguem com paralisação nesta quinta-feira

PRESIDENTE PRUDENTE – Os funcionários da empresa Prudente Urbano, empresa responsável pelo transporte de passageiros na cidade de Presidente Prudente, seguem com a paralisação dos serviços na manhã desta quinta-feira (17). Desde esta última quarta-feira (16), estão sendo liberados apenas 50% da frota no horário de pico e 35% dos ônibus circulam na cidade nos demais horários, como informou o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Terrestre de Presidente Prudente e Região – Sintrattepp.

SP: Rodoviários de Presidente Prudente segue com paralisação nesta quinta-feira - revistadoonibus

Os funcionários da empresa de ônibus informaram que a paralisação ocorre devido aos desacordos da Prudente Urbano em relação ao pagamento dos colaboradores referente ao mês de junho, e que muitos funcionários seguem sem receber salários, como informou o Sintrattepp.

“Contamos com a colaboração da categoria, e que estaremos juntos mais uma vez nessa luta para que tudo se resolva o mais rápido possível, porque essa situação está insustentável”, disse o sindicato em nota.

Na manhã de hoje, os funcionários da empresa de ônibus, disseram à TV Fronteira, afiliada da TV Globo, que consideram que está proibido o transporte de passageiros em pé nos horários de pico.

Um decreto municipal publicado no dia 10 de junho estabelece regras para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 na cidade. Para o transporte coletivo urbano foi determinado que, num prazo máximo de sete dias, os ônibus devem circular com lotação somente de pessoas sentadas, nos períodos das 7h às 9h e das 17h às 20h, sob pena de multa de R$ 1.196,91, o equivalente a 300 UFMs, por veículo autuado.

SP: Rodoviários de Presidente Prudente segue com paralisação nesta quinta-feira - revistadoonibus

Prefeitura de Presidente Prudente se manifesta

A Prefeitura de Presidente Prudente informou através de nora que, assim que ficou sabendo da paralisação dos rodoviários, notificou a direção da empresa de ônibus e cobrou providências imediatas para que regularizasse a situação do serviço.

“Até o fim da tarde desta quarta-feira (16), o único retorno obtido pela pasta foi de que ainda não era possível estabelecer acordo com os colaboradores nos termos solicitados pela categoria. Diante disso, a Secretaria de Assuntos Jurídicos já está analisando a possibilidade de aplicação de multa contra a empresa por descumprimento de cláusulas contratuais”, explicou o município.

De acordo com funcionários do governo municipal, na noite desta última quarta-feira (16), a administração municipal passou cogitar multar a empresa de ônibus pela paralisação.

SP: Rodoviários de Presidente Prudente segue com paralisação nesta quinta-feira - revistadoonibus

Prudente urbano também se manifesta

A direção da empresa Prudente Urbano, informou “tem agido para que os funcionários recebam seus salários, com total transparência de acordo com suas receitas, conforme acordado em última audiência”.

“Apesar de todas as dificuldades, a empresa empenha total esforços para manter a operação do transporte coletivo municipal, serviço de caráter essencial, entanto, vivencia as dificuldades de um desequilíbrio financeiro contratual, sem medida efetiva por parte do Poder Público para reequilibra-lo garantindo a remuneração dos trabalhadores e o serviço aos cidadãos. Por fim, a empresa lamenta os transtornos”, informou a empresa.

Com informações da Prefeitura de Presidente Prudente, Tv Fronteira e Viação Prudente Urbano

%d blogueiros gostam disto: