Últimas:
Salvador: Justiça determina a apreensão de 60 ônibus do Consórcio Salvador Norte – CSN

SALVADOR – Ao menos 60 ônibus urbanos do Consórcio Salvador Norte – CSN, acabaram sendo apreendidos depois de uma determinação judicial, na noite desta última segunda-feira (31). A garagem da empresa que está localizada no bairro de São Cristóvão, teve intensa movimentação, com a retirada dos coletivos apreendidos. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Rodoviários da Bahia.

Salvador: Justiça determina a apreensão de 60 ônibus do Consórcio Salvador Norte - CSN - revistadoonibus

A Prefeitura de Salvador, informou através do secretário de Mobilidade Urbana de Salvador – Semob, Fabrízzio Müller, que a decisão é da Justiça de São Paulo e visa apreensão de 60 ônibus. Contudo, parte estava na manutenção e já não circulava pelas ruas de Salvador. Segundo ele, dos coletivos que estavam operando, 28 foram apreendidos.

“É um processo anterior à requisição administrativa, interior inclusive à intervenção. Um processo de 2019, movido por um banco que financiou os ônibus. E por falta de pagamento da empresa, houve mandado de busca e apreensão desses ônibus”, falou o titular da Semob.

Salvador: Justiça determina a apreensão de 60 ônibus do Consórcio Salvador Norte - CSN - revistadoonibus

O secretário de Mobilidade Urbana de Salvador, disse que devido a apreensão dos ônibus, acabou redistribuindo parte das linhas da CSN para outras empresas como a Plataforma Transportes e OT Trans, que já operam linhas municipais na cidade.

“Foram 28 ônibus nesse momento, e isso foi desde ontem administrado, com as outras duas bacias. Quando iniciou o processo de apreensão, o nosso pessoal de planejamento manteve contato com outras empresas e buscou re-dividir as áreas, fazer uma otimização das linhas, para manter atendimento de todas as linhas”, disse Fabrízzio Müller.

“A Procuradoria Geral do Município está tomando as providências, já que esses ônibus estão requisitados administrativamente pelo poder público municipal. Vamos buscar reverter essa situação junto à justiça”, acrecsentou o secretário.

Salvador: Justiça determina a apreensão de 60 ônibus do Consórcio Salvador Norte - CSN - revistadoonibus
Foto: Reprodução de TV

A Prefeitura de Salvador, informou que solicitou 530 ônibus da Concessionária Salvador Norte, porém, 330 estavam em circulação e os demais coletivos, ainda estavam em processo de manutenção.

Em março deste ano, a empresa acabou passando por uma auditoria que apresentou falhas no contrato e por conta disso, o governo municipal, acabou rompendo o vínculo contratual com a CSN, assumindo temporariamente a gestão da empresa de ônibus.

Mesmo com o fim do contrato de transporte com a administração municipal, ainda há processos na justiça do trabalho, e por conta disso, muitos funcionários da empresa de ônibus, seguem cobrando que seja cumprido o acordo firmado.

Salvador: Justiça determina a apreensão de 60 ônibus do Consórcio Salvador Norte - CSN - revistadoonibus

Parte dos trabalhadores da antiga gestão da empresa não foram recontratados quando a gestão passou ao Município e alguns tiveram o vínculo firmado outra vez através do regime especial de direito administrativo (Reda).

O prefeito Bruno Reis anunciou no dia 27 de março que o Município rescindiu o contrato com a Concessionária Salvador Norte – CSN. A decisão foi tomada após relatório de auditoria apontar diversas irregularidades na gestão do contrato, por parte da empresa. Segundo Bruno Reis, o total da dívida acumulada da CSN é de R$ 516 milhões.

Em junho de 2020, a prefeitura de Salvador decretou a intervenção da CSN, após ser informada pelo Sindicato dos Rodoviários de que a concessionária vinha descumprindo acordo coletivo assinado com a categoria, além de atrasar constantemente o adiantamento salarial e o tíquete alimentação.

Salvador: Justiça determina a apreensão de 60 ônibus do Consórcio Salvador Norte - CSN - revistadoonibus

O decreto foi para manter o serviço e garantir os empregos dos 4,5 mil funcionários que atuam no sistema.

A empresa opera o transporte público por ônibus na região da orla de Salvador e no bairro de Mussurunga e adjacências. Com isso, prefeitura assumiu de fato a operação do sistema, até outra empresa ser selecionada em licitação.

Com informações da Prefeitura de Salvador Rede Bahia

%d blogueiros gostam disto: