Últimas:
Rodoviários de Salvador realizam paralisação nesta manhã

SALVADOR – Os rodoviários de Salvador realizaram uma paralisação dos ônibus que operam as linhas municipais na capital da Bahia na manhã desta sexta-feira (28), e durante quatro horas, nenhum ônibus urbano circulou na cidade, como informou o Sindicato dos Rodoviários. A categoria reivindica a vacinação dos profissionais do transporte contra a Covid-19 e o valor proposto pelo Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região – TRT5, que sugere reajuste de 7,59% para os rodoviários (a ser dividido em três vezes). O sindicato patronal havia proposto reajuste de 3%.

Rodoviários de Salvador realizam paralisação nesta manhã - revistadoonibus

O sindicato dos rodoviários aprovou ainda uma monção de repúdio ao secretário municipal de Saúde de Salvador, Leo Prates, após o mesmo ter dito que a vacinação contra a Covid-19 já teria atingido todos os funcionários das empresas de ônibus que operam as linhas municipais na cidade. “Não é verdade. Fizemos uma enquete e 30% da categoria não foi imunizada nem com a primeira dose ainda”, diz Fábio Primo, um dos líderes do movimento.

Os coletivos ficaram sem circular em Salvador das 4h às 8h da manhã de hoje.

Na última quinta-feira (27), ocorreu a audiência de conciliação que foi promovida pelo Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região – TRT5, com a presença de representantes dos rodoviários e dos empresários do transporte de Salvador, como não houve acordo, uma nova reunião de conciliação ficou agendada para ocorrer na próxima segunda-feira (31).

Os rodoviários concordaram com o valor do TRT, mas não querem o valor dividido em três parcelas. 

“Se nesta reunião não chegarmos a um acordo, podemos decretar greve já na próxima terça-feira. Não temos muito mais o que negociar. Essa é nossa posição”, diz Primo.

Rodoviários de Salvador realizam paralisação nesta manhã - revistadoonibus

“Estamos reivindicando 9% de reajuste e os empresários fizeram uma proposta de 3%. Vamos levar a deliberação da audiência para todas as garagens dos sistema de transporte. Vamos levar a proposta à categoria e certamente não aceitaremos os 3%.”, afirmou o vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários, Fábio Primo. 

“Além da campanha salarial, estamos brigando pela vacinação da categoria. Somos contra a decisão do TJ-BA (que suspendeu a vacinação ‘indiscriminada’ de rodoviários), já que perdemos mais de 32 trabalhadores para a pandemia. Desde o início estamos na linha de frente,  com ônibus lotados e sem segurança nenhuma.”, criticou Primo. 

O Sindicato dos Rodoviários de Salvador informou que mais de 32 rodoviários perderam a vida por causa de complicações pela Covid-19, e que diversos outros acabaram sendo afastados das suas atividades, por conta da doença.

Com informações da A Tarde, Band News FM, Metro 1, Rede Bahia e Sindicato dos Rodoviários de Salvador.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: