Últimas:
Argentina realiza novo Lockdown com severas restrições devido aumento de casos de Covid-19

BUENOS AIRES – O fim de semana começou na Argentina com severas restrições. O vizinho brasileiro iniciou neste último sábado (22), um novo lockdown por pelo menos nove dias, onde estão suspensa todas as atividades que segundo o governo de Alberto Fernández, não são essenciais, nas áreas de alto risco. Esta é a segunda onda de casos de Covid-19 na Argentina e vem registrando cada dia, novos records de contágios e mortes, aumentando com isso, a sobrecarga nos hospitais argentinos.

Acredita-se que devido a falta de controle dos moradores da Argentina, para o uso de máscaras e a higienização das mães, assim como o distanciamento social, que não vem sendo respeitado em diversas regiões do país, possa ter contribuído para o aumento significativo de casos e também de mortes.

O governo de Alberto Fernández estabeleceu que as pessoas devem permanecer em suas residências habituais e só podem circular nas proximidades de casa entre 6h e 18h em áreas do país de “alto risco” e de “alerta” sanitário. Fora do horário permitido, só podem transitar pessoas especialmente autorizadas.

Também foram suspensas atividades sociais, econômicas, educacionais, religiosas e esportivas.

Só estão permitidos negócios essenciais (como alimentos, medicamentos e materiais de limpeza), e setores não fundamentais só podem funcionar através de serviços de entrega ou coleta em domicílio.

Argentina realiza novo Lockdown com severas restrições devido aumento de casos de Covid-19 - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Por conta da pandemia, o governo argentino ampliou a ajuda estatal para proteger setores vulneráveis e empresas afetadas pelas medidas restritivas, lembrando a longa quarentena que no ano passado fez com que a economia despencasse 9,9% e levou o índice de pobreza a 42% da população.

O prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, surpreendeu ao suspender as aulas presenciais e virtuais durante os três dias úteis da próxima semana para recuperá-las em dezembro, esperando por novas vacinas.

A garantia ou não das aulas presenciais diante do aumento dos contágios continua sendo parte de uma disputa pública entre Fernández e Rodríguez Larreta que chegou aos tribunais e que é discutida amplamente pela população.

Argentina realiza novo Lockdown com severas restrições devido aumento de casos de Covid-19 - revistadoonibus

Fiscalização no transporte

Na tentativa de conter o avanço da Covid-19, principalmente através do transporte de passageiros, o governo argentino iniciou na meia-noite deste último sábado (22), um controle ainda mais rigoroso no trânsito, nas rodovias e acessos à Buenos Aires, assim como no metrô, nas estações ferroviárias e também nos terminais de ônibus, sejam elas municipais ou intermunicipais, que só podem transportar trabalhadores de setores essenciais.

A fronteira argentina para o turismo, seguirá fechada ao menos até o dia 11 de junho, como informou o governo de Alberto Fernández, com a suspensão de voos vindos do Reino Unido, Brasil, Chile, México e Índia. As linhas de ônibus que operam a ligação internacional Argentina x Brasil e vice-versa, seguem suspensas.

Com informações de Agências Internacional e Governo Argentino

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: