Últimas:
Troca do Vale-Transporte Riocard Mais chega à última etapa

RIO – Os passageiros do transporte municipal e intermunicipal do Rio de Janeiro, precisam estar atentos para a troca gratuita de cartões antigos do tipo Vale-Transporte – VT pelo novo Riocard Mais entra na reta final após a retomada em outubro de 2020. Sete meses depois, mais de 1,17 milhão de clientes já substituíram seus cartões e utilizam o novo modelo na cor laranja em todos os meios de transporte público: metrô, trens, barcas, ônibus municipais e intermunicipais, vans legalizadas, BRT e VLT. Para quem ainda não efetivou a troca, o prazo de atualização de todos os validadores do sistema de transporte para leitura somente do novo modelo de VT está marcado para o dia 2 de julho.

Os clientes devem ficar atentos às datas estabelecidas como limite para a utilização dos cartões antigos em cada meio de transporte, já que a atualização do sistema de validadores será realizada de forma gradual na cidade do Rio e nos municípios da Região Metropolitana. A primeira fase está marcada para o dia 4 de junho, quando começam a ser aceitos apenas os novos cartões Riocard Mais em ônibus municipais e intermunicipais e vans legalizadas de Duque de Caxias, Magé, Guapimirim e Itaguaí, na Baixada Fluminense.  

Para facilitar a troca, haverá equipes para o atendimento dos clientes em pontos estratégicos nos principais meios de transporte e nas lojas Riocard Mais da Região Metropolitana. As lojas funcionarão em dias úteis até as 19h com distribuição de senhas e a unidade da Central do Brasil abrirá aos sábados (a partir de 29 de maio) exclusivamente para a substituição dos cartõesPara Melissa Sartori, gerente de Marketing da Riocard Mais, a fase final mereceu uma atenção especial.

“Ajustamos o calendário de troca diante da pandemia para facilitar ao máximo a vida dos nossos clientes, levando em consideração todas as medidas necessárias para manter o atendimento, principalmente às relacionadas à saúde e à segurança sanitária. Temos ciência de que lidamos com clientes que desempenham funções essenciais e ampliamos a nossa estrutura para agilizar a troca em pontos e estações mais movimentadas e nas próprias lojas”, afirma Melissa Sartori, acrescentando que aqueles que não conseguirem trocar os antigos cartões até 2 de julho não precisam se preocupar. “Quem perder o prazo final deverá buscar o serviço diretamente em uma loja Riocard Mais. Deixa apenas de contar com a praticidade de trocar o Vale-Transporte no meio de transporte que utiliza com frequência”.

No dia 11 de junho, será a vez do sistema de barcas (linhas Rio-Niterói, Paquetá, Cocotá, Ilha Grande, Mangaratiba e Angra dos Reis) e dos ônibus municipais e intermunicipais e vans legalizadas da região de Niterói, São Gonçalo, Maricá, Tanguá e Itaboraí deixarem de aceitar o antigo Vale-Transporte.As demais etapas serão divulgadas em breve, com a evolução do processo de atualização do sistema de validadores. Quem quiser acompanhar, pode acessar o link https://www.cartaoriocard.com.br/rcc/institucional/trocavt, mas o calendário está sujeito à mudança.  

Como trocar o cartão

A troca é realizada de forma simples. Ao migrar para o Riocard Mais, o passageiro mantém os créditos de transporte do antigo cartão e os benefícios tarifários atrelados a ele, como o Bilhete Único Intermunicipal (BUI). Para dar mais transparência ao processo, o cliente recebe no ato da troca dos cartões um comprovante com os valores dos créditos de transporte que estavam disponíveis no modelo antigo.

Com a atualização dos validadores, o antigo Vale-Transporte não será mais aceito nos meios de transporte nessas cidades. A medida é necessária para a evolução do sistema de bilhetagem eletrônica – o cartão Riocard Mais é o único aceito em todos os meios de transporte e pode ser utilizado em 43 cidades do Estado do Rio.  

Com informações do Rio Card

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: