Últimas:
Vídeo: Protesto pela morte de dois homens causa tensão na Cidade de Deus no Rio de Janeiro

RIO – Um protesto na noite desta terça-feira (18), deixa o tráfego lento na Região da Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, após dois homens serem mortos na região. Em vídeos que circulam nesta noite nas principais redes sociais e também grupos de mensagens por aplicativos, é possível ver agentes da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, arrastar um corpo de um homem para uma viatura. A cena, ocorreu inclusive na frente de um ônibus urbano que passava pela região.

Vídeo: Protesto pela morte de dois homens causa tensão na Cidade de Deus no Rio de Janeiro - revistadoonibus
Foto: Caveirão da Polícia Militar circulando na Cidade de Deus – Reprodução de Redes Sociais

Os moradores da região informaram que o homem assassinado era um motoboy e teria sido morto com um tiro de fuzil. Uma outra pessoa que também ainda não teve a sua identidade revelada, e que estava no local teria sido baleada e morta.

Por conta da morte dos dois homens, alguns moradores iniciaram um protesto na altura da Avenida Tenente Coronel Muniz de Aragão, e provocando com isso congestionamento na região, afetando a Avenida Ayrton Senna, no sentido Linha Amarela.

Com medo de atos mais violentos, as empresas de ônibus que operam na região desviaram das linhas e outras acabaram suspendendo a operação na região.

Vídeo: Protesto pela morte de dois homens causa tensão na Cidade de Deus no Rio de Janeiro - revistadoonibus
Foto: Reprodução de Redes Sociais

Suspeita de ‘desfazimento de cena do crime’

Depois de tomar conhecimento das imagens com os PMs arrastando um dos corpos baleados na Cidade de Deus, a Comissão de Direitos Humanos da OAB-RJ se manifestou e disse que representantes do órgão estarão no IML para dar suporte para as famílias.

A vice presidente da comissão, Nadine Borges, disse que é preciso investigar com urgência porque pode ter ocorrido desfazimento de cena do crime.

Com informações de Redes Sociais

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: