Últimas:
Curitiba: Guarda Municipal deflagra operação no transporte coletivo

CURITIBA – A Prefeitura de Curitiba, informou na manhã desta quarta-feira (12), que vinte e duas pessoas que entraram em ônibus da linha Alferes Poli sem pagar a passagem foram abordadas pela Guarda Municipal no fim da tarde desta terça-feira (11/5). A Patrulha do Transporte Coletivo, deflagrada desta vez por guardas do núcleo Matriz, encontrou um simulacro de arma de fogo (arma de brinquedo) embaixo de um dos bancos do ônibus. 

Curitiba: Guarda Municipal deflagra operação no transporte coletivo - revistadoonibus

Três pessoas foram conduzidas à Central de Flagrantes da Polícia Civil por porte de drogas. Dois jovens, de 21 e de 24 anos, são argentinos. O terceiro indivíduo levado à delegacia tem 29 anos. Com os três, 16 pequenas embalagens de maconha foram encontradas. Os demais foram liberados para continuar o caminho a pé.

“Continuaremos monitorando este problema recorrente em algumas linhas para atuarmos sempre que for necessário, em apoio à Urbs”, afirma o comandante da Guarda Municipal, inspetor Carlos Celso dos Santos Junior.

A Guarda Municipal de Curitiba desenvolve um trabalho específico para inibir diversos tipos de delitos por meio da Patrulha do Transporte Coletivo. Equipes fazem rondas, mantêm presença em estações-tubo e terminais e fazem operações estratégicas que incluem abordagem a pessoas dentro dos ônibus.

Também são atendidas situações de repressão a danos, tentativas de invasão e roubos e aquelas relacionadas à importunação sexual dentro de ônibus, com a condução dos suspeitos à delegacia, após acionamento da vítima ou de testemunhas, pelo telefone de emergência 153 da Guarda Municipal.

Curitiba: Guarda Municipal deflagra operação no transporte coletivo - revistadoonibus

Cidadão deve denunciar

O cidadão pode contribuir repassando situações de delito no transporte coletivo para a Guarda Municipal, por meio do telefone 153. A ligação é atendida 24 horas por dia por um dos profissionais do Centro de Operações da Guarda Municipal.

Colher informações básicas, como a cor da roupa, óculos ou bonés, ajudam na identificação posterior. A partir da ligação é possível deslocar uma equipe da Guarda Municipal em trabalho de rua que estiver mais próxima do endereço para averiguação de uma situação de delito em flagrante e fazer abordagens a pessoas suspeitas.

Com informações da Prefeitura de Curitiba

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: