Últimas:
Teresina: Guanabara teria oferecido 300 novos ônibus para operar na cidade, diz site

TERESINA – Em meio a crise no transporte municipal de Teresina, a prefeitura da capital estaria negociando a entrada da empresa Guanabara, afim de que a mesma possa prestar o serviço no transporte de passageiros, como informou um jornalista de um canal de TV Popular do Piauí, como relatou o site El Piauí. De acordo com a publicação, a Expresso Guanabara teria oferecido 300 novos ônibus.

Segundo o site de notícias regionais, durante um programa em que o jornalista participa, foi informado que representas da Expresso Guanabara já teriam alinhado com o prefeito de Teresina Doutor Pessoa – MDB, e apresentado as condições para que novos ônibus sejam disponibilizados na cidade.

Atualmente o contrato com as concessionárias que administra as linhas municipais possui validade até o ano de 2030, porém, fontes da prefeitura de Teresina, afirmam que o governo municipal estuda uma possibilidade de romper o contrato e para isso, já estaria negociando uma possibilidade de disponibilizar uma nova empresa de ônibus, porém com uma dívida em torno de R$ 20 milhões, a administração municipal seguem sem ter como arcar.

O setor de transporte segue apreensivo com a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI na Câmara Municipal de Teresina, já que os vereadores irão tentar encontrar encontrar irregularidades na prestação do serviço e forçar a quebra desse contrato vigente. 

Fontes do governo municipal, informaram que a Expresso Guanabara teria negociado a entrada de 300 novos ônibus rodando na capital em um prazo de até 15 dias. Não ficou claro, que modelos de ônibus estarão sendo disponibilizados na cidade.

A Expresso Guanabara informou que a informação não existe. Já a Prefeitura de Teresina ainda não se manifestou sobre a informação que vem sendo divulgadas nos principais veículos de comunicação de Teresina, até a publicação desta reportagem.

Com informações El Piauí

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: